Notícias Adventistas

Jovens adventistas investem em podcasts para reflexões atuais

Os podcasts tratam de temas bíblicos com uma linguagem diferente, mais próxima da realidade de pessoas que costumam acessar esse tipo de conteúdo

Idealizadores do Metanoia dizem que não se trata apenas de um podcast, mas de um conceito.

Idealizadores do Metanoia dizem que não se trata apenas de um podcast, mas de um conceito.

Brasília, DF … [ASN] O podcasting já existe há alguns anos, mas a popularização desse recurso, especialmente por parte de jovens cristãos, tem sido mais recente. Basicamente, podcasting é uma forma de publicação de arquivos de mídia digital pela Internet por meio de um sistema que permite aos usuários acompanhar a sua atualização (tecnicamente chamado de feed RSS). Geralmente podcasting está associado a áudios. E alguns grupos de jovens adventistas resolveram investir tempo em produzir conteúdos para essa plataforma.

Leia também:

Entre os adventistas, um dos pioneiros foi o Bible Cast que continua firme e se propõe a fazer abordagens teológicas em uma conversa bem humorada e acessível a quem não é teólogo. É uma iniciativa de dois pastores, Diego Barreto e José Flores Júnior. Mas há novos produtos criados, inclusive alguns deles inspirados por Barreto e Júnior.

Ouça um episódio do Bible Cast:


É o caso do Metanoia, podcast realizado por um grupo de jovens, alguns deles participantes do Ministério Nova Semente, da Igreja Adventista, em São Paulo. O jornalista Lucas Wilches, um dos que produz o material, explica que os áudios são gravados por pastores e outros membros, totalizando uma equipe de seis pessoas que se encarrega das questões técnicas e promoção nas redes sociais. “Na correria do dia a dia, a gente entendeu que uma forma de impactar as pessoas era por meio do áudio, já que deu certo com a gente. Dá pra ouvir em qualquer lugar, a qualquer hora”. Metanoia, que já tem 45 episódios e aborda temas como graça, reino de Deus, discipulado, só que relacionando com os temas da atualidade.

Ouça um episódio do podcast Metanoia:

Contracultura

Outro produto interessante, feito por jovens, é o podcast Contracultura, criado por jovens que falam de temas bíblicos (especialmente aqueles abordados pela lição da Escola Sabatina) com abordagens semanais. São quatro pessoas, todos funcionários da Rede Novo Tempo de Comunicação. “Fechamos uma parceria, há um mês, com o programa da TV Novo Tempo chamado Código Aberto e aí se tornou mais um material à disposição para quem deseja entender os temas de um jeito diferente”, explica Bianca Oliveira, uma das produtoras.

Até agora foram produzidos quatro temas do podcasting na temporada intitulada O chamado da igreja. Somando com outros temas abordados, aí Contracultura tem dez episódios. “Tratamos os temas de maneira que façam com que as pessoas expandam a mente e vejam os assuntos sob a ótica de quem foi o mais contracultura de todos: Jesus! Não somos contra a cultura, mas gostamos de questionar, de refletir e ir em direção contraria do senso comum”, comenta Bianca.

Grupo que faz o programa Contracultura: uma nova maneira de enxergar a temática da lição da Escola Sabatina em áudio

Grupo que faz o programa Contracultura: uma nova maneira de enxergar a temática da lição da Escola Sabatina em áudio

Pupilas em Brasas

Outra iniciativa que existe há algum tempo de podcast se chama Pupilas em Brasas. A ideia do Pupilas é levar as temáticas bíblicas de uma forma diferenciada para adolescentes e jovens que costumam ser atraídos muito mais pelos lançamentos cinematográficos do que necessariamente pelas narrativas do Antigo e Novo Testamentos. As conversas de Leonardo Agrelos, Nito Xavier e outros convidados são bem humoradas, mas recheadas de conexões entre as tramas que envolvem as personagens dos filmes e as aplicações com implicações espirituais.

Segundo estatísticas da Tracto, em 2015 havia mais de 250 mil podcasts no iTunes nos Estados Unidos. Um em cada três americanos já tinha escutado um podcast. E 15% dos americanos haviam ouvido algum tipo de conteúdo assim no mês anterior.

Maná com Cevada

Semanalmente, outra iniciativa que trata dos temas da lição da Escola Sabatina, em uma linguagem jovem, é o podcast Maná com Cevada que possui 143 episódios. Vários ouvintes como Brian Rodrigues, Michael Amaral e Thassia Ivyla, após lerem a reportagem, entraram em contato com a ASN para pedir que fosse destacado o papel importante desse material em suas vidas. “Conheci o MCast do Maná com Cevada que aborda a lição da escola sabatina. É semanal , em uma linguagem jovem e muito acessível. Comecei a ouvir esse ano, mais sei que já existe há alguns outros. Tem sido uma bênção ouvir seus podcasts e sei de muita gente que não é adventista e que curte ouvir”, comentou Amaral. “Não entendi porque não foi mencionado o MCast Maná com Cevada. Estudar a lição com eles a cada semana tem sido uma bênção e muitas pessoas tem sido alcançadas aqui na Paraíba e em outros estados! Além de terem quase 150 episódios. É o podcast adventista com maior número de episódios”, ressaltou Thassia.

Ouça o último episódio do Maná com Cevada:


Segundo Pamela Muldoon, uma das principais especialistas em podcast no mundo, perguntada sobre a razão do crescimento desse tipo de plataforma, diz que “há muitas razões. Primeiro, especialmente em negócios, podcast é a forma mais íntima de se conectar com o público quando se trata de conteúdo. Afinal, esta é verdadeiramente a sua voz se conectando com os ouvidos das pessoas. Você não poderia ser mais íntimo do que isso quando se trata de ouvir o consumidor ou conversar com ele em seu conteúdo. Há muitas marcas ecoando e conseguindo algum sucesso em pequenos nichos com podcast”.
No mundo religioso, guardadas as devidas comparações, parece que a lógica vale, também, pois proximidade é algo que as igrejas buscam com as pessoas. E os jovens adventistas estão em busca disso. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

Veja um vídeo que fala o que é um podcast:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox