Notícias Adventistas

Cresce evangelismo da Hope Channel na Ucrânia e África do Sul

 

Transmissão da Hope Channel na UcrâniaJacareí, São Paulo … [ASN] O sinal via satélite da Hope Channel (rede de TV adventista mundial da qual a Novo Tempo faz parte) tem chegado a casas de pessoas e sido agente de transformação espiritual no mundo. Em um país de orientação muçulmana, que se tornou independente da antiga União Soviética após a queda do regime soviético, um funcionário governamental foi sensibilizado por Deus para conceder autorização para uma campanha evangelística adventista. Contribuiu para essa autorização o fato de o funcionário ter assistido a mensagens bíblicas apresentadas por um pastor em programa na Hope Channel Ucrânia. O pastor que solicitou a permissão foi reconhecido pelo funcionário. A história foi narrada pelo pastor brasileiro Jonathan Conceição, atualmente diretor de produção de mídia da Divisão Euro Asiática da Igreja Adventista (responsável por administrar escritórios na antiga União Soviética) à ASN (Agência Adventista Sul-Americana de Notícias) durante Encontro de Centros de Mídia promovido pela Rede Novo Tempo de Comunicação na semana passada.

Conceição explica que há dois canais Hope Channel principais no território da Divisão Euro Asiática: um em russo e outro em ucraniano. O canal da Ucrânia, por exemplo, transmite atualmente dez horas e meia de programas inéditos, mas a intenção é chegar a 24 horas de programação no ar. A extensão de um canal como o da Ucrânia é muito maior do que os limites territoriais podem conter. Ex-repúblicas soviéticas (mais de 12 somente as que são atendidas pela Divisão onde está o brasileiro) são alcançadas pela mensagem de esperança que se espalha a partir de vários centros de produção localizados em várias partes do país. Um desafio, segundo Jonathan Conceição, é que a exibição saia de Kiev, capital da Ucrânia, e não dos Estados Unidos para onde hoje o sinal é enviado. Quem sintoniza a Hope Channel Ucrânia assiste a programas como A Saída está perto que mostra uma espécie de documentário em estilo bem jornalístico sobre histórias de transformações de vidas. “Sonhamos em ter sinal em dois satélites para alcançar todo o território da Rússia, ter programação 24 horas e construir um novo estúdio na Rússia em uma cidade que fica a aproximadamente 100 quilômetros de Moscou”, planeja o brasileiro. Para conhecer mais o trabalho feito na Ucrânia e Rússia com TV adventista, basta acessar www.hopechannel.info (mais voltado para a Ucrânia) ou www.tvhope.net (mais voltado para a Rússia).

África do Sul – Quem também conversou com a ASN foi a publicitária brasileira Cássila Carvalho, produtora, editora e cinegrafista da Hope Channel na África do Sul. A história de Cássila é interessante, pois sua ida até o continente africano se deu a partir da participação no voluntariado. Durante um curto espaço de tempo, a jovem profissional serviu como missionária em Moçambique e, depois que voltou, sentiu no coração o desejo de retornar ao continente para viver. Após alguns contatos, surgiu a oportunidade de ir para a África do Sul. Sem falar uma palavra em inglês, Cássila arrumou as malas e foi até a sede que fica em uma cidade perto da Cidade do Cabo.

Há três anos e meio na África do Sul, Cássila explica que o Hope Channel possui uma estrutura com apenas dez funcionários e que a principal produção é de séries temáticas a cada trimestre. Ela relata que um dos retornos recebidos a respeito da influência da TV adventista na região diz respeito à iniciativa de um telespectador. Essa pessoa informou a Hope Channel África do Sul que conseguiu colocar equipamento em uma cidade próxima da capital que permitiu sintonizar a TV. O resultado é que hoje essa cidade possui uma congregação adventista após uma série de evangelismo público. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox