Notícias Adventistas

Encontro na Bahia incentiva casais a desenvolverem maturidade conjugal

Mesmo com frio e embaixo de chuva, o auditório da Faculdade Adventista da Bahia ficou repleto de casais interessado em entender como viver melhor a dois.

Feira de Santana, BA …[ASN] No último domingo (30), mais de 400 casais se reuniram no auditório da Faculdade Adventista da Bahia para o segundo Encontro de Casais Missionários. Que nesta edição abordou temas importantes para a convivência a dois.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de divórcios no Brasil aumentou nos últimos dez anos. Além disso, a média de duração dos casamentos até a separação reduziu de 19 para 15 anos. A razão para tantos divórcios, segundo o censo, foi a mudança de comportamento da sociedade brasileira, que passou a aceitar com maior naturalidade o assunto.

Em sua palestra, o doutor Demóstenes falou sobre a importância de se desenvolver a maturidade conjugal.

O doutor Demóstenes Neves, especialista na área de família, explica que a questão da separação é multifatorial. Em cada época os fatores podem mudar. Aspectos econômicos, culturais e filosóficos podem afetar a relação. E para melhorar a relação, em alguns casos o melhor é procurar ajuda profissional. Porém, alguns casais, por falta de maturidade não querem que essa ajuda aconteça, afirma Neves.

Paulo Cesar e Herivalda, estão casados há 41 anos, e afirmam ter uma relação estável porque, no começo da relação, firmaram o propósito de permanecerem juntos para sempre, baseados no princípio bíblico.

Para fortalecer ainda mais a relação, Ediselma e Flávio que estão casados a apenas 15 dias, decidiram participar do evento. Eles também estão dispostos a envelhecerem juntos.

O pastor Ronaldo Rocha, diretor do Ministério da Família na Bahia Central, afirma que quando os casais participam de eventos como esse e assistem palestras com especialistas, cada participante tem a possibilidade de aprimorar sua relação conjugal.

Marco Góes, diretor do Ministério da Família para Bahia e Sergipe, lembra que o encontro ajuda os casais a confirmar e fortalecer o princípio de que o casamento é eterno, além de promover a maturidade conjugal. [Equipe ASN, Roberto Alves]

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox