Notícias Adventistas

Adventistas condenam prática do racismo

Novo episódio da série Falando de Esperança aborda o posicionamento da Igreja sobre racismo

20 de novembro de 2016
Racismo é um problema mundial e adventistas não aprovam prática. Foto: Âmbito Jurídico

Racismo é um problema mundial e adventistas não aprovam prática. (Foto: Âmbito Jurídico)

Brasília, DF .. [ASN] O novo episódio da série Falando de Esperança, com o posicionamento da Igreja Adventista do Sétimo Dia a respeito de temas diversos, trata sobre o racismo. Uma pesquisa divulgada em 2013 pela World Values Survey mostrou que, em dois países do mundo, 40% da população não desejava ter como seu vizinho uma pessoa de outra raça. Em pelo menos outros 17 países, entre 20 e 39% das pessoas também expressavam o mesmo desejo. Já em outros 42 países, o índice de entrevistados que afirmaram não querer vizinhos de outra raça variava entre 0 e 19,9%.

No vídeo, o pastor Erton Köhler, presidente da Igreja para oito países sul-americanos, enfatiza que o racismo “é considerado pecado aos olhos de Deus”. Em outro trecho, ele afirma que “como Igreja Adventista do Sétimo Dia, nós condenamos todas as formas de racismo, inclusive a atuação política do apartheid com sua segregação formada e discriminação legalizada”.

São dezenas de vídeos com a visão adventista sobre diferentes temas de interesse da sociedade e crenças bíblicas. Veja o episódio abaixo. [Equipe ASN, da redação]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox