Notícias Adventistas

Colunista de importante jornal brasileiro explica princípio do sábado

Guarda do sábado foi destaque na mídia nacional brasileiro, somente em janeiro, pelo menos duas vezes.

27 de janeiro de 2016
No texto do colunista, é dito, também, que o Antigo Testamento dá como uma das razões para celebrar o sábado como dia especial a conclusão da criação pela mão divina.

No texto do colunista, é dito, também, que o Antigo Testamento dá como uma das razões para celebrar o sábado como dia especial a conclusão da criação pela mão divina.

São Paulo, SP … [ASN] Os adventistas do sétimo dia são conhecidos como uma das poucas denominações cristãs no mundo a ensinar e a ressaltar a validade do sábado como dia de guarda. A argumentação adventista é baseada no próprio texto bíblico, em livros como Gênesis e Êxodo. E esse princípio foi destacado, na edição do dia 26 deste mês da Folha de São Paulo, na coluna de Reinaldo José Lopes. O jornalista assina a coluna Darwin e Deus onde se propõe a escrever sobre teoria da evolução, ciência e religião.

Leia também:

Nessa edição, ele respondeu a duas perguntas de leitores. Uma relacionada à fundamentação bíblica para canonização dos chamados santos. E a outra que questiona se é correto a maioria dos cristãos ter escolhido o domingo, e não o sábado, como dia santo.

Em sua resposta, Lopes afirma que “de fato, a versão bíblica dos Dez Mandamentos se refere ao sábado, o último dia da semana, e não ao primeiro (que não se chamava domingo porque essa palavra significa originalmente ‘dia do Senhor’ e Senhor nesse contexto quer dizer Jesus, não Deus Pai)”. Por outro lado, o colunista explica que “Jesus, segundo a crença cristã, teria ressuscitado no primeiro dia da semana. Isso fez com que, logo nos primeiros séculos do cristianismo, reuniões para rememorar a morte e ressurreição de Jesus acontecessem no domingo”.

O jornalista afirma, na resposta ao leitor, ainda, que “nem todos os cristãos seguem essa tradição – os adventistas, por exemplo, advogam que ainda se deve guardar o sábado”.

Repercussão

O pastor Herbert Boger, diretor da área de Mordomia Cristã da Igreja Adventista em oito países sul-americanos, comentou a respeito da publicação. A área dirigida por Boger contempla ações de motivação para que as pessoas compreendam a importância da guarda do sábado e vejam essa prática como uma evidência de fidelidade aos princípios deixados por Deus.

Na sua avaliação, a menção foi importante porque, “como adventistas do sétimo dia, seguimos todos os princípios, valores e ensinamentos de Jesus Cristo registrados na Bíblia. O pastor lembra, ainda, que no próprio relato dos primeiros cristãos, depois da morte e ascensão de Jesus, o sábado é apresentado como um dia especial de adoração e descanso. “No livro dos Atos dos Apóstolos, por exemplo, existem mais de 80 referências sobre o sábado pós-morte de Jesus. Cremos que o sábado é eterno. Ele foi criado para o bem de todos que descansam neste dia de renovação espiritual e antiestresse”, salienta. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

Veja o que mais os adventistas pensam sobre o sábado:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox