Notícias Adventistas

Jovens organizam Luau para expressar missão adventista

O evento aconteceu em uma chácara em Campo Grande no último dia 18 e reuniu mais de 70 pessoas.

Campo Grande, MS…[ASN] Uma decoração pra lá de intimista, vozes, violão e muito arranjo musical. Some a isso um grupo de 70 jovens que se dispuseram a passar um sábado à noite expressando o amor de Deus através da música e teremos o primeiro Luau organizado pelo grupo de jovens da Geração 148, membros da Igreja Adventista da Alvorada, em Campo Grande. “A missão do jovem adventista nada mais é do que alcançar almas para Cristo no contexto do mundo atrativo em que vivemos. Sabemos que devemos lançar mão de várias ferramentas para que isso aconteça, encontrando caminhos e atalhos e um deles foi o Luau”, conta Amanda Hans, líder do Geração 148 da IASD Alvorada e responsável pela organização do evento.

Preocupados em unir pessoas que não fazem parte da Igreja Adventista e apresentar a eles o estilo de vida cristão, os jovens organizaram o primeiro Luau com contexto gospel e decoração atrativa.

Preocupados em unir pessoas que não fazem parte da Igreja Adventista e apresentar a eles o estilo de vida cristão, os jovens organizaram o primeiro Luau com contexto gospel e decoração atrativa.

O programa, segundo conta, é um meio de pregar o evangelho através de louvores e uma alternativa para chamar a atenção de amigos não adventistas. “O mundo precisa ver que não somente pregamos o evangelho, mas que somos movidos por ele e que através do louvor também adoramos e transbordamos gratidão ao nosso Deus”, explica.

Um dos principais objetivos do programa, que seguindo a temática proposta aconteceu em uma chácara em Campo Grande, era fortalecer também a amizade entre as igrejas adventistas da capital. “A ideia era apresentar o evangelho de uma forma informal e impactante aos convidados que não pertencem à Igreja Adventista“, lembra Amanda.

A decoração do ambiente trazia folhas de bananeira, cocos, flores e pequenas luzes dispostas em um varal que iluminava todo o local. “Dentro do tema proposto construímos algo bem ao estilo havaiano, de maneira que as pessoas se sentissem à vontade. Depois de toda correria vimos as pessoas elogiando e perguntando quando será o próximo, isso nos motiva”, exalta Luana Leão Chagas, responsável pela decoração do evento.

Juventude unida

A união foi o ponto chave para realização do programa. Jovens de cinco igrejas se reuniram para organizar o evento e dar vida ao primeiro Luau da juventude adventista sul-mato-grossense. Com a parceria dos jovens, 10 músicas foram apresentadas aos convidados em um clima ameno que justificava a ideia da programação. “Acredito que de uma forma ou outra o amor de Deus atingiu os corações que ali estavam e os louvores alcançaram o céu. Como diz no livro ‘Serviço Cristão’: ‘Não são os grandes resultados que obtemos, mas os motivos que nos levam à ação, o que pesa à vista de Deus. Ele preza a bondade e a fidelidade mais do que a grandeza da obra realizada’. Esse trecho nos inspira a continuar”, destaca Amanda.

Jovens adventistas e não adventistas reunidos para compartilhar canções que expressam o amor e cuidado de Deus.

Jovens adventistas e não adventistas reunidos para compartilhar canções que expressam o amor e cuidado de Deus.

Aberto ao público e não restrito apenas aos jovens adventistas, o Luau é uma iniciativa para aproximar jovens, discutir a essência do amor de Deus e mostrar que o evangelho é para todos. “Todos os eventos , assim como foi o Luau, fazemos para abranger a maior quantidade de pessoas e para toda a igreja, pois acreditamos que todo cristão pertencente à igreja faz parte do Geração 148”, explica Amanda.

A coordenadora de jovens adventistas para o Mato Grosso do Sul, Julia Gracieli, destaca a importância de ações feitas para incluir pessoas que não professam a mesma fé e estimulá-las a pertencer a um grupo que fala do amor de Cristo e vive isso na prática. “As atividades que vão além da comunidade interna da igreja são fundamentais para que outros jovens se inspirem a ter um grupo G148 em sua igreja. O Geração 148 nada mais é do que uma marca sem ter a logo “Jovens Adventistas”, podendo, dessa forma, incluir pessoas que não fazem parte do convívio da igreja”, ressalta.

Capacitação

A equipe do Ministério Jovem do Estado está percorrendo todas as igrejas do Mato Grosso do Sul levando uma espécie de capacitação sobre como desenvolver uma base de Geração 148 local. “A maioria das ideias são inspiradas em ações realizadas por jovens da região Sul do Brasil, onde o movimento começou. Essa geração de jovens realmente aprendeu que ser igreja é ser amigo e que não basta chamar para ir à igreja, cuidar do necessitado, fazer parte da missão. Nós devemos ser parte da vida uns dos outros e programas como o Luau proporcionam esse tipo de interação entre os jovens”, enaltece Julia.

Essa foi a primeira edição, mas o programa deu tão certo que os jovens já planejam um segundo evento com o mesmo foco.

Essa foi a primeira edição, mas o programa deu tão certo que os jovens já planejam um segundo evento com o mesmo foco.

Essa foi a primeira edição do programa que deve voltar a acontecer, mas de maneira ainda mais intimista para valorizar a ideia. “Pretendemos fazer outra edição e tudo está sendo planejado para ser ainda mais simples e mais aconchegante. Na segunda edição queremos contar com o apoio de um número ainda maior de igrejas na realização do Luau, trazendo as mensagens musicais”, resume Amanda. [Equipe ASN, Rebeca Silvestrin]

Fotos: Deivison Pedrê

As fotos na íntegra estão na página do Geração 148 – CG no Facebook.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox