Notícias Adventistas

Congresso para meninos usa temática medieval para ilustrar o grande conflito

Cerca de 300 adolescentes participaram do congresso Guerra Pelo Trono que abordou a temática através de encenações, histórias e atividades.

Encenação de luta entre o Rei e seu inimigo ilustrou o grande conflito entre o bem e o mal.

Cascavel, PR… [ASN] Os adolescentes que faziam uma roda no bosque, assistiam atentos a batalha que estava sendo travada. Ao centro, o Rei enfrentava seu mortal inimigo, com a intenção de libertar seu filho das garras do mal. Essa era apenas uma encenação, mas que continha uma mensagem importante aos quase 300 adolescentes que estavam participando do congresso de meninos da região oeste do Paraná.

Com o tema Guerra Pelo Trono, o congresso abordou, durante um dia cheio de encenações e atividades, a importância de deixar que Deus vença o conflito pelo trono do coração. “Nós contamos uma história para eles. A história de um Rei justo que tenta orientar seu único filho com sabedoria, e a batalha contra o inimigo que tenta usurpar o reino, seduzindo o filho do Rei”, conta Denny Martins, um dos idealizadores do congresso.

Congresso usou a temática medieval para chamar a atenção dos adolescentes.

Toda a programação foi construída com uma temática e linguagem específica para meninos de 12 a 16 anos. “Existe um conflito na mente de nossos adolescentes e nós precisamos buscar a melhor maneira para alcançá-los. E todas as atividades do congresso tiveram nomes voltados para a guerra, para a batalha. Por exemplo, o teste de dons foi renomeado como teste de vocação para a batalha. Ao saber o seu dom, o adolescente sabe qual luta escolher, em qual frente de batalha deverá lutar”, explica Siméia Martins, líder de crianças e adolescentes para o oeste paranaense.

Gabriel Frigo, de 13 anos, participou do congresso e conta que a metodologia usada foi essencial para que ele entendesse a mensagem principal. “Eu achei que a gente ia ter que ficar sentado o dia todo ouvindo palestras, mas superou minhas expectativas. Gostei muito da temática medieval e de construirmos armas de papelão. Tudo que eu vi aqui hoje me ensinou que devemos colocar Deus no trono de nossa vida e não devemos permitir que o inimigo nos leve para o lado dele”, descreve.

Denny Martins afirma que a programação procurou abordar temas importantes de fases da vida, “através de encenações, dinâmicas, trabalhos manuais, imergimos eles na história. Ensinamos os valores do Reino, e desenvolvemos na história do Príncipe as fases da vida masculina”, ele enfatiza que adolescentes precisam ser instruídos para que se desenvolvam de forma saudável, tendo assim melhores chances de serem pessoas felizes. [Equipe ASN, Juliana Muniz]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox