Notícias Adventistas

Capacitação pontua trabalho com crianças e adolescentes

O encontro foi enfático em mostrar que é necessário estratégia para lidar com crianças e adolescentes na igreja

Um grupo de adolescentes teve a oportunidade de expor suas necessidades e redirecionar o trabalho com eles nas igrejas

Imperatriz, MA… [ASN] “Os desbravadores é uma coisa que a gente ama muito e também outra coisa é a Campal… é um lugar bem legal onde a gente pode aprender mais de Deus em meio à natureza” pontuou Luana Santos (12), durante a capacitação para líderes do Ministério da Criança e do Adolescente, que contou com a presença da professora Graciela Hein,  líder dos Ministérios da Criança e Adolescente para os países Sul-americanos.

Líderes comprometidas com a Geração Ativa

O treinamento iniciou com um bate-papo informal com cinco adolescentes, moderado pela professora Márcia Paixão. O objetivo foi dar a eles a oportunidade de expor suas necessidades e assim direcionar os líderes no sentido de entenderem a linguagem dessa faixa etária.

Andrews Meneses (12) destacou a relevância dos Pequenos Grupos, que geram oportunidades de integração e evangelismo através da amizade. Já Vinícius Lima (13), revelou que em muitos momentos eles se sentem deslocados na igreja: “Quando não tem nenhuma programação para os adolescentes, a gente fica sem fazer nada”, contestou.

“Eu particularmente estou gostando muito dessa programação porque estamos tenho voz!”, disparou Alexander Filho, arrancando aplausos do auditório. O encontro foi coordenado por Lucélia Santos, líder do Ministério Infantil e dos Adolescentes para o sul do Maranhão e ocorreu no último dia 2, com a presença da também líder desses ministérios para os estados do Pará, Amapá e Maranhão (UNB) Ironildes Bussons.

Leia mais:

Em outras regiões do mundo, os ministério da criança e do adolescente são integrados; mas, ao ser detectada a necessidade, esses ministérios foram divididos aqui na América do Sul. O Ministério do Adolescente leva o slogan de Geração Ativa.

Graciela afirma que o discipulado começa bem cedo, no Adoração Infantil

“Temos que discipular as novas gerações, fazer discípulos através da Comunhão, Relacionamento e Missão. Que cada criança seja um discípulo de Jesus. Isso começa bem cedo, na Adoração Infantil, é muito importante que tenhamos esse momento especial com as crianças” frisou Graciela.

Por outro lado, a prof.ª Ironildes Bussons levou os participantes à reflexão sobre os métodos utilizados para o trabalho com crianças e adolescentes, especialmente numa época fortemente marcada pelo uso de dispositivos eletrônicos e internet: “As novas gerações precisam ser tocadas processualmente, cultivado em seus corações cada dia o amor por Jesus, o respeito pelas pessoas, pelos seus semelhantes e saber dizer ‘não’ quando as escolhas não são benéficas para suas vidas”, afirmou.

O encontro de capacitação finalizou com o batismo de um adolescente. [Equipe ASN, Simone Joe]

Assista ao treinamento:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox