Notícias Adventistas

Mutirão da bondade mobiliza esposas de pastores

Para os habitantes do Lar do Ancião, no bairro São Roque, a rotina da casa foi mudada com a chegada dos voluntários.

Mutirão da bondade mobiliza esposas de pastores em Bento Gonçalves

Uma série de ações em vários pontos da cidade, chamaram a atenção dos moradores e também da imprensa local.

Bento Gonçalves, RS…[ASN] O último sábado, 15 de junho, foi de solidariedade para as cerca de 500 mulheres, esposas de pastores do Sul do País, que participaram de um congresso da Igreja Adventista em Bento Gonçalves, região da Serra Gaúcha. Uma série de ações em vários pontos da cidade, chamaram a atenção dos moradores e também da imprensa local. Doações de luvas, cachecóis, meias, bem como de alimentos beneficiaram idosos e crianças. Mas o objetivo também foi oferecer um pouco mais de atenção e calor humano para pessoas fragilizadas ou que nem sempre têm familiares por perto para dividir experiências, tristezas e alegrias.

“O que acontece, muitas vezes, é que a gente faz doações, porém não se doa. Precisamos mudar esse paradigma”, destaca Denise Lopes, líder do Ministério da Mulher e do departamento que atende mulheres de pastores (AFAM) da Igreja Adventista no Sul do Brasil.

Evangelismo na prática – Para os habitantes do Lar do Ancião, no bairro São Roque, a rotina da casa foi mudada com a chegada dos voluntários. Os residentes foram agraciados com músicas cantadas pelo grupo de mulheres e interpretadas ao saxofone pelo músico de Curitiba Douglas Lira. Além disso, versos bíblicos foram lidos para os moradores do lar, a fim de transmitir conforto e esperança aos anciãos.

Haidi Ramos foi uma das participantes da iniciativa e se emocionou ao conversar com os idosos. “Uma senhora disse, ‘me abraça, mas bem apertado, porque faz tempo que não recebo um abraço assim’, não tive como segurar as lágrimas nesse momento. Eu vim trazer carinho, mas eu é que recebi”, conta.
Conforme lembra Denise Lopes, o evangelho precisa ser pregado não só por palavras, mas, sobretudo, pelo amor e a bondade. “Jesus atendia primeiro as necessidades das pessoas e só depois as convidava a segui-lO. Quando olhamos para o nosso próximo, aquele que sofre, deixamos de lado nosso egoísmo e permitimos que Deus faça a obra de transformar os corações e aliviar o sofrimento”, acrescenta.

Em boa hora – Embora o objetivo principal da mobilização tenha sido oferecer mais do que alimentos e agasalhos, as doações também vieram em boa hora, já que o Lar do Ancião foi saqueado no último dia 8 de junho e os assaltantes levaram aproximadamente 20 mil reais, recursos provenientes de doações de depósitos de pensão dos 60 idosos alojados na entidade.

A visita e os donativos foram bem recebidos pela direção da entidade. “Um abraço, um sorriso, um aperto de mão para quem está aqui faz a diferença. E, além disso, o grupo veio aqui com presentes, com doações, e isso é muito gratificante pra nós também”, agradece Lurdes de Souza, presidente do Lar do Ancião, que em 2013 completa 23 anos de atividade no município.

Missão no hospital – Outra missão das participantes do congresso foi visitar hospitais e maternidades da região. No hospital Dr. Bartholomeu Tacchini, em Bento Gonçalves, foram entregues flores para os pacientes, seus familiares e também para funcionários.
“Para os pacientes é ótimo receber visitas como essas, pois eles se sentem felizes”, comentou a técnica em enfermagem Helena Baruff.
Simei Porfírio, uma das envolvidas na ação, relata que se deparou com pessoas que esperavam por um ombro amigo para desabafar. “Uma pessoa que cuidava de um familiar em coma disse que está se sentindo sobrecarregada. Pude orar, então, com eles e por eles. Pedí a Deus que lhes dê força e persistência para cuidar do familiar doente. Perceber a gratidão e o alívio de uma pessoa que precisava desabafar é emocionante”, comenta.

Para os organizadores do projeto, a aspiração é que mais iniciativas assim sejam multiplicadas pelas participantes em suas localidades. “Espero que ações como esta sejam multiplicadas. Gostaria que as famílias dos ministros da nossa igreja transformassem o que foi realizado aqui em um hábito, algo que seja repetido e que faça parte da vida de cada uma”, finaliza Denise.

O congresso da AFAM acontece no Sul do Brasil a cada cinco anos em média e é uma oportunidade de troca de experiências entre mulheres que entraram no ministério há mais tempo e aquelas que são principiantes. O evento também visa confirmar esse ministério na vida delas. [Por Márcio Tonetti, Bianca Lorini e Anite Leite]
……………………………………..
Confira mais fotos de como foi o evento:
http://www.facebook.com/media/set/?set=a.508562039198642.1073741837.302335766487938&type=1
http://www.facebook.com/media/set/?set=a.508239575897555.1073741836.302335766487938&type=1

 

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox