Notícias Adventistas

Mulher faz a própria beca batismal e volta para a igreja

Mercedes Venturi faz a própria beca batismal.Rodeio, SC… [ASN] Mercedes Venturi, 56 anos, moro em Rodeio-SC e havia sido adventista por três anos, há quatro estava afastada da igreja. “Minha vida não estava nada boa e eu não conseguia voltar para a igreja. Eu fui duas vezes até a porta, mas parece que alguma coisa me puxava para fora”, lamenta a costureira.
O rumo da vida de Mercedes começou a mudar quando ela foi ao salão de beleza. A cabeleireira era Salete Raiser, 41 anos, uma adventista que falou de Jesus enquanto cortava o cabelo da cliente. Sem falar nada, Mercedes guardou aquelas palavras no coração e o Espírito Santo começou a trabalhar nela.

As duas se encontraram novamente no dia 24 de março, quando Salete passou na rua de Mercedes entregando o livro “A Grande Esperança”. Acontecia o Impacto Esperança em toda a América do Sul. “A casa dela estava cheia de parentes no quintal, mas ninguém quis o livro. Foi quando Mercedes saiu pela porta e foi até o portão acenando e dizendo que queria muito receber o livro”, relembra Salete. “Durante aquela semana eu li e decidi que iria me batizar novamente”, conta Mercedes.

A igreja de Rodeio preparava uma cerimônia batismal para o sábado seguinte ao Dia do Amigo. Salete e a irmã, Rosa Raiser, organizavam as becas que seriam usadas no dia e viram que precisariam mandar fazer mais. Além das que já estavam reservadas, resolveram fazer mais três. Salete já havia escolhido a costureira: Mercedes.

Só que Rosa é que foi comprar o tecido. A sair da loja encontrou uma mulher que ela ainda não conhecia. Era Mercedes, com pressa de ir para casa. Rosa lhe ofereceu carona. Durante a viagem, Rosa contou que estava levando o tecido para fazer becas de batismo. Mercedes disse que era costureira e se ofereceu para fazer o serviço, mas Rosa explicou que sua irmã já estava com outra costureira em mente.

Ao entregar o tecido para Salete, Rosa falou da senhora que havia acabado de conhecer. Com a descrição, a cabeleireira descobriu que era Mercedes – justamente quem já iria confeccionar as roupas. “Então eu disse para a Rosa levar o material na casa da Mercedes, para ela ver que Deus a estava chamando”, relata Salete.

Durante aquela semana, operando a máquina de costura e refletindo no que havia acontecido desde que recebeu o livro “A Grande Esperança”, Mercedes tomou a decisão de voltar para Jesus. Ela costurou a própria beca, que foi usada no dia 8 de abril na igreja de Rodeio. Mercedes foi batizada pelo pastor Luiz Damasceno, evangelista para o norte de Santa Catarina, no programa realizado pelo pastor Evandro Fávero, evangelista da Igreja para a região sul do Brasil. [Equipe ASN – Gustavo Cidral]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox