Notícias Adventistas

Mineiros debatem em audiência pública sobre o sábado

Audiência pública foi transmitida ao vivo pela TV Assembleia

liberdade-religiosaBelo Horizonte, MG … [ASN] Na última quarta-feira, dia 7 de agosto, parlamentares, líderes e integrantes da Igreja Adventista na região central de Minas Gerais travaram um debate caloroso na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, sobre o Projeto de Lei n° 3.924/2013, que garante aos estudantes adventistas o direito de não se submeterem a nenhum tipo de avaliação durante as horas sabáticas. De autoria da deputada Liza Prado e do deputado Alencar da Silveira Júnior, o projeto foi criado em fevereiro de 2013 e desde então passou por várias avaliações até a presente data.

Alunos das escolas adventistas de Belo Horizonte, universitários, pastores, servidores da igreja e membros em geral lotaram o auditório da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, onde ocorreu a audiência pública. Por mais de duas horas os fiéis tiveram a oportunidade de expor suas reais necessidades quanto a observância do sábado, embasados no direito fundamental de liberdade religiosa que rege a Constituição Federal Brasileira. A petição pública encerrou-se de forma esperançosa para os adventistas. Agora a igreja aguarda uma nova audiência, ainda sem data definida, para a aprovação do projeto.

“Essa Lei garantirá que os nossos alunos concluam seus estudos no tempo normal, sem prejuízos na grade curricular. Por isso, essa é a hora de nos unirmos em oração para que a Lei seja de fato aprovada”, convoca o presidente da Associação Mineira Central da Igreja Adventista, José Marcos.

alunos-sábado

Alunos das escolas adventistas antes de entrar no auditório

Após ouvir as histórias de universitários que ficaram enclausurados na sala de aula aguardando o término do sábado para então fazerem suas provas, Liza Prado disse que sua certeza quanto a defesa do projeto ganhou nova força. “Fiquei encanada com a paixão, com o conhecimento, com as convicções e com o modelo de vida dos adventistas. Diante de tudo isso, como poderia deixar de me unir a essa causa?”, finaliza. [Equipe ASN, Luzia Paula]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox