Notícias Adventistas

Milhares de jovens trocam férias por ajuda à comunidade

Brasília, DF … [ASN] Um projeto desafia jovens a ajudarem a comunidade e aprenderem cidadania na prática. Trata-se do Missão Calebe, uma iniciativa que movimenta a juventude adventista em várias regiões do Brasil e que transforma as férias em oportunidade de auxílio comunitário e social. O Missão Calebe ocorre sempre nos meses de janeiro e julho de cada ano, quando os jovens estão sem aulas e podem ficar durante alguns dias fora de sua casa, geralmente em cidades do interior de seus estados.

O Missão Calebe possui sua dimensão social, mas, sobretudo, a evangelística. Na região centro-oeste, por exemplo, a ideia é que entre 120 a 150 pontos de pregação de jovens em toda a região centro-oeste sejam formados. “Nosso grande investimento é ter parceria com as igrejas para garantir a continuidade do atendimento dos interessados despertados pelos estudos e séries de evangelismo, além do trabalho com a comunidade”, destaca o pastor Nelson Milanelli, diretor de Ministério Jovem da Igreja Adventista na região Centro-Oeste.

Em Belém e Macapá, a expectativa é que o movimento dos jovens leve pelo menos duas mil pessoas a uma decisão com Cristo através do batismo. No sul do Pará, os “calebes” serão responsáveis por 252 pontos em que a mensagem bíblica será apresentada gratuitamente à comunidade. Já na região transamazônica, especificamente em Altamira, o plano é que a ação de férias resulte em duas novas congregações.

Nos sete países onde se fala espanhol, dentro do território da sede sul-americana adventista, o total de jovens mobilizados para o Missão Calebe agora na metade do ano chegará a 3.845. A maioria aproveita as férias do início de ano para se envolver com as ações evangelísticas e comunitárias.

No Brasil, agora em julho muitas ações estão previstas, principalmente no norte, noroeste e centro-oeste.

Noroeste do Brasil – Na região norte do Brasil, pelo menos dez mil jovens voluntários devem fazer a diferença na comunidade. Em estados como Amazonas, Rondônia. Roraima e Acre, sete mil participantes do Missão Calebe vão atuar em 30 cidades com atividades nas áreas de atendimento médico, odontológico e psicológico. Os jovens vão trabalhar através de palestras comunitárias sobre saúde e saneamento básico e distribuição de alimentos e roupas.

Pará, Amapá e Maranhão – Já no Pará, Amapá e Maranhão, oito mil jovens vão sair às ruas em 300 pontos diferentes. Em capitais como Belém e Macapá, haverá limpeza de praças. No Maranhão, especialmente em cidades como Araioses, 1.377 “calebes” atuarão na cidade e nos arredores. Juntamente com estudantes do Centro Universitário Adventista de SP, professores e médicos, os participantes prestarão atendimento de saúde à população gratuitamente.

Centro-oeste – Nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal, três mil jovens se alistaram no Missão Calebe. Grande parte vai colaborar com as chamadas escolas cristãs de férias, em parceria com os chamados ministérios de apoio às crianças e adolescentes. Nessas escolas de férias, os jovens vão ajudar crianças e adolescentes a desenvolverem suas habilidades com artes manuais, entre outras ações. Os “calebes” também vão apoiar a realização de cursos como deixar de fumar e no desenvolvimento de projetos para trabalhos manuais para fins de geração de emprego e renda.

Recife – Nessa metade do ano, Recife, capital de Pernambuco, receberá os jovens envolvidos com o projeto. Normalmente, no Nordeste do Brasil, a ênfase maior do projeto é em janeiro. Mas em julho, jovens vestidos com o uniforme da Missão Calebe sairão às ruas para realizar pequenas atividades. Estão previstas ações de limpeza e reparos em praças da cidade, feira de serviços comunitários, corte de cabelo, aplicação de flúor e palestras voltadas à comunidade.

Nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste o projeto Missão Calebe ganha força principalmente no mês de janeiro. Para o coordenador nacional do projeto, Areli Barbosa, esse tipo de iniciativa ajuda os jovens a entenderem que podem fazer a diferença na vida de muitas pessoas, especialmente em regiões e cidades menores. “Além disso, a motivação bíblica desses jovens é o que os leva a praticar a solidariedade mesmo quando poderiam estar em outras atividades de lazer e divertimento. O voluntariado é algo muito valorizado atualmente hoje, inclusive por parte das empresas”, destaca.

Sobre o Projeto

O projeto Missão Calebe recebe esse nome devido ao personagem bíblico chamado Calebe. O líder hebreu, juntamente com Josué, foi um dos espias que verificou a terra de Canaã antes de o povo israelita antigo seguir sua peregrinação. Sua história ficou marcada pela coragem que teve de ajudar a guiar o numeroso grupo sem saber exatamente quais perigos enfrentaria, mas, segundo a Bíblia, com profunda confiança em Deus.

O mesmo conceito é transmitido aos jovens que participam. Durante suas férias escolares, são incentivados a doar um pouco de tempo para serem úteis à sociedade e utilizarem suas habilidades para tornar melhor a vida da comunidade, tanto sob o ponto de vista social quanto espiritual. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox