Notícias Adventistas

Dois mil doadores formam gota gigante na capital federal

Ação faz parte do Vida por Vidas, que já levou mais de 300 mil pessoas a serem doadores na América do Sul.

Concentração foi uma celebração dos doadores sistemáticos adventistas do DF

Concentração foi uma celebração dos doadores sistemáticos adventistas do DF – Crédito: Alexsandro Loyola

Brasília, DF … [ASN] A dona de casa Lidiane França e o jovem Ismael de Oliveira, ambos de São Sebastião, cidade-satélite do Distrito Federal, passaram a tarde deste sábado, 14, unidos por um mesmo propósito.

Lidiane doou sangue pela primeira vez na Fundação Hemocentro de Brasília, mas revela que só decidiu pelo ato depois que se uniu à Igreja Adventista do Sétimo Dia há dois anos e meio e conheceu o projeto Vida por Vidas. Ismael já é doador há cinco anos e foi dar sua contribuição mais uma vez. Os dois fizeram parte do grupo de duas mil pessoas que formaram uma gota humana gigante na mesma tarde em frente ao Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.

A formação da gota faz parte do projeto Brasília, Capital de Esperança que prevê uma série de ações sociais e espirituais durante toda a próxima semana. Até a próxima sexta-feira, os quase 30 mil adventistas da capital federal estarão envolvidos com atividades de melhorias urbanas, atenção a dependentes do crack, distribuição de rosas e livros à comunidade, entrega de alimentos e atendimento gratuitos com orientação e prevenção de saúde. Ao mesmo tempo, em diversos pontos do Distrito Federal oradores adventistas apresentarão mensagens bíblicas para milhares de pessoas.

Sangue bom – O gerente do Ciclo do Doador da Fundação Hemocentro de Brasília, Rodolfo Duarte, participou do momento em que os jovens adventistas formaram a gota gigante. Ele ressaltou a importante parceria que os adventistas mantêm com a instituição pública, especialmente porque, no caso do DF, as doações dos jovens da Igrejas são regulares e as próprias congregações mantêm um rodízio de atenção para que haja sempre reposição.

O pastor Erton Köhler, líder sul-americano dos adventistas, compareceu à concentração de doadores e deu seu recado. Disse que foi até o local especialmente para deixar gravada em sua mente a imagem de uma juventude comprometida em ajudar o próximo. Motivou os participantes a continuarem fazendo a diferença em projetos como o Vida por Vidas. Köhler estava ao lado do pastor Charlles Brittis, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Distrito Federal e coordenador geral do projeto. Para Brittis, essa é uma excelente maneira de os adventistas falarem à comunidade que existem para servir e serem úteis.

Esse é o espírito de Ismael, com 32 anos de idade, que compreende que a participação em uma ação como essa se explica quando jovens estão comprometidos com Deus. Para ele, as pessoas transformadas por Deus têm prazer em fazer o bem a outras. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

Outras informações sobre o projeto em www.capitalesperanca.com.br 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox