Notícias Adventistas

Menina enche cofrinho e compra cem livros missionários

Maria Eduarda e o cofrinho da esperança.

Controle financeiro, definição de prioridades e senso de missão podem parecer características apenas para adultos – mas não são. A estudante Maria Eduarda tem nove anos de idade, no entanto, já ensina maturidade e cristianismo para muita gente grande. Isto porque no final do ano passado, um apelo do pastor de sua igreja fez com que ela repensasse o destino de suas economias e mudasse completamente o foco do investimento.
O então pastor da igreja de Maria Eduarda, Giliard Ferreira, fez um convite para que os fiéis se envolvessem na campanha de distribuição do livro A Grande Esperança. Em sua consciência Maria Eduarda sentiu que deveria participar. Foi quando decidiu, ao final do culto, conversar sobre o assunto com o pastor. Ao expor seu compromisso de contribuir com R$ 100,00 para a doação de livros, ele apenas sorriu. “Ele riu achando que eu não iria dar, mas eu falei que eu tinha o dinheiro e que queria participar”, conta.
Maria Eduarda economizava para ir em um parque instalado durante o mês de agosto em sua cidade, Cananéia, SP. Mas ela abriu seu cofre e no dia seguinte entregou o dinheiro ao pastor.  Desta vez a reação dele foi de surpresa. “Eu fiz isso pensando na família da parte da minha mãe”, explica a menina. “Já estou orando por eles e por outras pessoas que também vão receber este livro”, declara.
A mãe da menina, Margarete Rosa Batista, conta que não sabia da decisão da filha de abrir mão da economia, mas que ficou feliz com a atitude. “A gente ensina os princípios para ela e isto mostra que ela está crescendo neste caminho”, avalia. “As crianças também são chamadas para um propósito com Deus e nós temos que apoiar.”
O atual pastor das igrejas da região, Eli Figueiredo Costa, disse que a garota já manifestou desejo de doar mais livros antes do dia 24 de março – dia da grande distribuição em São Paulo. “Uma criança de nove anos entendendo o sentido da missão mostra que nós adultos podemos fazer muito mais”, pondera.[Equipe ASN,  Priscilla Stehling]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox