Notícias Adventistas

Mais de 500 mulheres envolvidas com evangelismo catarinense

 

Investidura aumentou comprometimento das participantesJoinville, Santa Catarina … [ASN] Mais de 500 mulheres estão motivadas e empenhadas em levar o evangelho no Norte de Santa Catarina. Elas participaram do projeto MEL, que significa Mulheres Evangelizadoras Levando Luz. Inspiradas em abelhas que espalham o pólen nos jardins, as mulheres foram treinadas nas áreas de Evangelismo, Duplas Missionárias, Pequenos Grupos e Classes Bíblicas a fim de disseminar a mensagem de Cristo em suas comunidades.

O encontro do projeto MEL foi realizado pelo Ministério da Mulher da Associação Norte Catarinense (ANC) da Igreja Adventista do Sétimo Dia nas cidades de Blumenau e São Francisco do Sul durante dois sábados de setembro. Ambientes foram preparados para direcionar a vida de cada mulher em espaços denominados: Saúde, Mulher Missionária, Autoestima, Devoção Pessoal, Oração Intercessora e Espaço Família. Todas receberam materiais específicos e foram inscritas para terem acompanhamento da líder distrital do projeto e do pastor em pequenos grupos e classes bíblicas.

Para Gisela Maria de Jesus de Cernigoj, “é um projeto maravilhoso porque me dá uma estrutura como mulher”. Gisela é argentina se tornou adventista há um ano e meio. “Antes eu não sabia bem o que fazer, como levar o evangelho, como proceder, porque, enfim, aceitar a Jesus não é tudo, tem uma conduta”, conta a cabeleireira, que gostou mais da sala de Devoção Pessoal.

“Não há projeto mais interessante no momento do que o projeto Mel para envolver as mulheres, fazer com que elas prestem muito mais atenção naquilo que é o principal: a missão de levar a mensagem a outras pessoas”, define o pastor Vanderlei Moraes, distrital de São Francisco do Sul.

Em Blumenau, 300 mulheres também dos distritos de Rio do Sul, Taboão, Indaial, Timbó e Mafra participaram do programa que teve a presença de Denise Lopes, líder do Ministério da Mulher para o Sul do Brasil.

Em São Francisco do Sul, no Litoral Norte, o evento teve a presença das mulheres de Araquari, somando 230 participantes. Lá o programa foi marcante principalmente para Caroline Carvalho de Campos. A jovem estuda a Bíblia desde abril e foi pela primeira vez à igreja num sábado de manhã, no dia em que aconteceu o projeto MEL. “Não esperava que iria ser um projeto desse tamanho. Estou gostando muito. Realmente é uma igreja diferente, que acolhe muito bem e agora estou vendo que inclusive há um foco em relação ao cuidado com as mulheres”, comenta a professora.

A programação teve a investidura das mulheres, momento em que elas receberam um lenço característico do projeto MEL. “Esperamos agora que essas mulheres possam levar essa doce mensagem de salvação a esses lugares. A ANC irá abraçá-las, envolvê-las e está orando por elas. E juntas conquistaremos para Deus o maior número possível de pessoas. Todos precisam ouvir essa doce mensagem”, anima-se Risomara Guimarães, líder do Ministério da Mulher na ANC. [Equipe ASN, Gustavo Cidral]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox