Notícias Adventistas

Liderança cristã começa com Espírito Santo, diz especialista

 

Patterson tem mais de uma década de experiência no assunto

 

Brasília, DF … [ASN] Liderança cristã em tempos de pós-modernismo é um grande desafio que precisa ser enfrentado. Essa é uma das sínteses do discurso do professor Stanley Patterson, diretor do Centro de Liderança do Seminário Teológico da Andrews University, nos Estados Unidos. Patterson falou durante três dias, nessa semana, a vários líderes e pastores das sedes sul-americana adventista, em Brasília. O teólogo deixou claro que o modelo bíblico de liderança fundamentado na Bíblia precisa superar o modelo convencional.

 

Em entrevista à ASN – Agência Adventista Sul-Americana de Notícias, Patterson explicou que, na liderança cristã, o caráter construído em torno dos princípios contidos na Bíblia deve ser mais importante que a competência técnica. Além disso, ressaltou que a ideia de competição e autoritarismo é inapropriada para líderes que dizem seguir o que Cristo ensinou. “Precisamos sair da competição para a colaboração e evitar o mesmo domínio que caracterizou o estilo de liderança de Lúcifer, quando se rebelou contra Deus”, comentou.

 

Para o professor da Andrews, o comprometimento entre liderados e líderes passa pela busca real do Espírito Santo e da expressão prática do fruto do Espírito tal como relatado pelo apóstolo Paulo na sua carta aos gálatas. Em suas aulas aos pastores e servidores administrativos, Patterson disse que a liderança cristã se dá no contexto de comunidade em que o diálogo é uma ferramenta estratégica. Para o estudioso do assunto, a autoridade deve permanecer com o sistema e não com a pessoa que está liderando, o que evitaria atitudes de imposição de ideias.

 

Alcançando pós-modernos – Outra abordagem, tanto em suas palestras quanto na entrevista à ASN, foi sobre métodos para tornar relevante a mensagem bíblica à sociedade pós-moderna. Patterson entende que é preciso mergulhar no contexto das pessoas, assim como Jesus fazia, para ajudá-las a compreender mais do que uma verdade bíblica como doutrina. “Para a mente pós-moderna, o que mais importa não é uma verdade absoluta, mas espiritualidade. É preciso saber adaptar nosso conteúdo a esse grupo”, afirmou.

 

Na sua avaliação, uma das maneiras de se tornar relevante a mensagem bíblica na realidade pós-moderna começa por um maior envolvimento de pessoas jovens em decisões estratégicas. O professor defende que organizações, como a Igreja Adventista do Sétimo Dia, confiem mais as tarefas importantes evangelísticas para jovens desde o planejamento até a execução. “Na América do Norte, estamos perdendo gerações inteiras por não sabermos ouvi-las”, diz.

 

O encontro com os servidores da sede sul-americana adventista foi uma iniciativa da área de Liderança Cristã, sob a coordenação do vice-presidente, pastor Almir Marroni. O pastor Erton Köhler, líder sul-americano adventista, reafirmou ao final dos seminários que alguns conceitos precisam ser ajustados à realidade da América do Sul, mas que há espaço para constante crescimento quando se fala em liderança cristã. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

 

 

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox