Notícias Adventistas

Jovens promovem doação de sangue no Hemocentro da capital federal

Doadores do DF na edição 2012 do Vida por VidasBrasília, DF … [ASN] Cerca de 130 jovens promoveram o projeto Vida por Vidas na tarde do sábado, 24 de março. Com um concerto musical, eles falaram da esperança no sangue de Cristo e, com o ato da doação, apresentaram esperança para as vidas que precisam do sangue. Já com o livro A Grande Esperança, ficou o convite para a eternidade.

O coral jovem da Igreja Adventista Central de Taguatinga apresentou um breve concerto com hinos sobre o sacrifício de Cristo, parte do grupo doou sangue durante a tarde. A pedido do Hemocentro são feitas doações regulares, preferencialmente às grandes quantidades, porém não sistemáticas. O Vida por Vidas no DF tem sido parceiro do Hemocentro na captação de doadores.  “Vejo como saudável e necessário, tem ajudado muito o Hemocentro porque essa campanha da igreja é regular, constante. Quando necessário solicitamos aos cadastrados que são prontos em atender”, disse o médico da triagem, Luciano Flores. “É, com certeza, um exemplo para muita gente”, disse Laiane Alves, que doava pela primeira vez na tarde do programa.

Os fundadores do projeto Vidas por Vidas, inicialmente chamado Mais Vida, Moisés e Dete Silva, prestigiaram a ação e atenderam a imprensa. Ele explica que o projeto nasceu em 2004 e funcionou a partir da páscoa de 2005 no sul do País e São Paulo. Em 2005 foram 2300 doações no Rio Grande do Sul, hoje já são 300 mil na América do Sul. “Cada bolsa de sangue pode salvar quatro vidas”, destacou, “veja o efeito multiplicador, são incontáveis os beneficiados”.

Na mesma tarde foram distribuídos exemplares do livro A Grande Esperança. O líder do Vida por Vidas no DF, Flávio Siqueira, conta que a ação precisava ser completa, por isso tornou-se apropriada a entrega da literatura.  “Nossa missão é salvar não apenas para esta vida, mas para a eternidade”, apontou Moisés. As redes Globo e Bandeirantes acompanharam o movimento que foi destaque nos telejornais noturnos. [Equipe ASN, Jeanne Moura]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox