Notícias Adventistas

Investidura incentiva o estudo da Bíblia em pequenos grupos

Marabá, PA…[ASN] A Igreja Central Novo Horizonte foi o local escolhido para sediar a primeira investidura de líderes de pequenos grupos da Igreja Adventista no sul do Pará. A cerimônia, realizada no último domingo, 1º de Julho, condecorou os líderes que cumpriram os requisitos do cartão de investidura. Formar duplas missionárias, realizar o evangelismo de Semana Santa e levar uma pessoa ao batismo pelo trabalho do pequeno grupo foram alguns dos desafios aceitos e concluídos pelos líderes.

A proposta da iniciativa é capacitar os líderes e incentivá-los a progredirem em sua experiência de liderança. Ao todo, 13 pessoas de vários pontos do bairro foram investidas como Líderes de Pequenos Grupos.Segundo o programa, o líder precisa cumprir 16 requisitos para ser investido na categoria inicial como líder.

Entre os vários requisitos que o líder precisa cumprir estão orar nas primeiras oras do dia, formar duplas missionárias, treinar e capacitar outro líder, fazer com que um pequeno grupo dê origem a outro.
Para o Pastor Francivaldo Faria, responsável pelo trabalho de pequenos grupos no Sul do Pará, o evento foi um marco. “É o primeiro grupo a se investir como líderes na nossa região. Nossa expectativa é de chegarmos ao maior número de líderes investidos no decorrer do ano”, adianta ele. “Isso é um incentivo para que mais pessoas percebam a importância desse trabalho e se motivem a formar pequenos grupos. E num futuro não muito distante vamos colher os resultados”, avalia.

Priscila Atália é do bairro de Vila Militar. Para a jovem, investida neste domingo como Líder, o programa de investidura é um grande incentivo. “O maior desafio do programa é levar uma pessoa ao batismo. A gente dá estudos bíblicos, acompanha as pessoas mas a decisão é de cada um”, diz a moça que lidera um grupo de adolescentes com cerca de 15 pessoas, a maioria delas não adventistas.

E a festa de investidura em Marabá não poderia terminar de forma melhor. O programa foi coroado com uma cerimônia batismal. Entre os batizandos, está o jovem José de Arimatéia. Afastado da igreja desde os 15 anos, José viveu como bem entendia. Mesmo com a morte do seu pai, um missionário pioneiro de Marabá, não o fez voltar aos caminhos de Deus, ao contrário, começou a visitar os terrenos de magia negra, procurando consolo para sua vida. O que ele não sabia era que pessoas de sua família e amigos oravam constantemente por sua vida. Foi então que, no inicio do ano de 2012, agora com 30 anos, José se emocionou em testemunhar sua história de vida e retorno a igreja. O seu contato com o evangelho foi por meio de um pequeno grupo da cidade e decidiu fazer parte oficialmente do rol de membros da Igreja.

Emocionado José conta a alegria que sentiu no momento do batismo. “Queria muito que o meu pai estivesse vivo e presenciasse o meu retorno. Mas ao mesmo tempo agradeço a Deus porque ele nunca tinha desistido de mim. E quero por meio do meu pequeno grupo, levar jovens a conhecerem o melhor caminho, o caminho da esperança de uma vida melhor”, disse. [Equipe ASN, Jackson França]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox