Notícias Adventistas

Imigrantes recebem atendimento médico voluntário

Porto Velho é uma das cidades com maior concentração de haitianos no Brasil e o projeto pretende alcançar todos eles.

Atendimento: no primeiro dia mais de 90 haitianos foram beneficiados.

Atendimento: no primeiro dia mais de 90 haitianos foram beneficiados.

Porto Velho, RO…[ASN] Somente este ano mais de três mil haitianos deixaram seu país de origem e entraram no Brasil, a porta de entrada é no estado do Acre, no entanto, Porto Velho tem se tornado uma das cidades com maior número de haitianos, atraídos por oportunidades de emprego, como a construção das Usinas do Rio Madeira.
Entre os desafios de evangelismo urbano que existem em Porto Velho, o que tem recebido destaque é a inclusão dos imigrantes haitianos que se mudaram para a capital de Rondônia fugindo dos problemas de seu país. Dessa forma, um centro cultural para esse público está em funcionamento desde setembro de 2012 promovendo o intercâmbio entre haitianos e brasileiros e o grupo que começou com apenas seis participantes, hoje conta com mais de 30 membros.
No domingo, 14 de julho, começou a ser realizado um trabalho de assistência médica pelo centro cultural envolvendo profissionais de saúde e voluntários fazendo atendimento básico e encaminhando haitianos e demais atendidos aos centros de saúde para exames mais detalhados.
Porto Velho é uma das cidades com maior concentração de haitianos no Brasil e o projeto pretende alcançar todos eles. Devidamente uniformizados, os haitianos que já frequentam regularmente ao centro cultural aos sábados saíram a convidar seus amigos, colegas ou irmãos pátrios que estão aos seus redores para esse atendimento e o resultado foi que no primeiro dia do atendimento mais de 90 haitianos foram beneficiados.
Uma programação em crioulo, dialeto haitiano, será dirigida durante 14 noites, onde temas bíblicos serão estudados. Esse grupo participará do grande movimento “Impacto Porto Velho”, para os haitianos, “Impact dans Porto-Velho” (#ImpactoPVH).
Embora seja bem intenso, o trabalho não vai parar após essas 14 noites. Um templo da Igreja Adventista do Sétimo Dia para haitianos está sendo erguido e tem por objetivo abrigar, em um único local, todos os haitianos adventistas de Porto Velho. Esse é um projeto desenvolvido em parceria entre os departamentos de Missão Global e Secretaria e os recursos para a construção desse templo estão sendo arrecadados pelas secretárias e secretários das igrejas da região da Amazônia Ocidental. [Equipe ASN, Leonardo Leite Torres]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox