Notícias Adventistas

Camporí de desbravadores incentiva ações ecológicas

Concurso de portais motiva a preservação do meio ambienteBrasília, DF…[ASN] A capital do país está recebendo na semana em comemoração a pátria um verdadeiro batalhão de crianças, adolescentes e jovens com uma farda não muito comum, comportamento diferenciado e com uma alegria radiante. Eles são os desbravadores. Esses meninos e meninas montaram uma verdadeira cidade de barracas em Brasília e estam sendo motivados a cuidarem do meio ambiente.
Pois um dos requisitos da organização do II campori da região é que os clubes ornamentem sua área de acampamento com materiais reciclados. Assim, todos os clubes que fizerem portais com material reciclado estarão concorrendo a uma fanfarra com 50 instrumentos musicais.

O líder  dos Desbravadores da região centro-oeste, Nelson Milanelli, afirma que é um privilégio ter o ponto de encontro em Brasília justamente na semana na Pátria. “Para nós a Semana da Pátria ganha um significado singular, pois uma das bandeiras que o Clube de Desbravadores defende é a da cidadania, nós existimos, também, para incentivar o civismo e o respeito à pátria”, explica.

Nesse campori aproximadamente 230 clubes fizeram sua inscrição para participar do encontro que acontece a cada cinco anos. A diretora do Clube de Desbravadores Kairós, da cidade de Planaltina-DF, Lucilene Fernandes Alves, comenta que o clube marcou sua presença na primeira edição do campori e está tendo o privilégio de participar do segundo. “Procuro encontrar nesses eventos muito aprendizado, companheirismo e crescimento em Cristo”, declara.

Durante os seis dias de acampamento os desbravadores devem desenvolver atividades que envolvam a parte física, mental e espiritual. Na sexta-feira (07), eles distribuirão aproximadamente 15 mil revistas ‘Quebrando o Silêncio’ e 15 mil livros ‘A Grande Esperança’ na Esplanada dos Ministérios. Mas as ações comunitárias ainda não acabaram, os desbravadores também farão a limpeza do lago do Parque da Cidade.
Shirla Rodriguês, viajou do estado de São Paulo para participar do acampamento, foram mais de 800 quilômetros de estrada. Ela ressalta que os projetos sociais sempre ajudam para o evangelismo e o testemunho. “Além, de ser uma oportunidade de colocar em prática o que se aprende no clube de desbravadores, por exemplo, ter um espirito de cidadania”, conclui.

São aproximadamente oito mil desbravadores que estão participando do evento, e ficarão reunidos até no próximo domingo (09) no Parque Sarah Kubitschek. [Equipe ASN, Tatiane Virmes]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox