Notícias Adventistas

Festa das Primícias reúne mais de 3 mil pessoas no interior do Paraná

Princípio bíblico de festa é  adotado em algumas igrejas adventistas

Princípio bíblico de festa é adotado em algumas igrejas adventistas

Mamborê, PR…[ASN] Sábado, 4 de maio, foi realizada a décima edição da Festa das Primícias na comunidade rural do município de Mamborê no Paraná. A celebração recebeu visitantes de diversos estados do Brasil. Mais de três mil pessoas assistiram ao programa.

Pela manhã, o pastor Amilton Menezes, diretor da rádio Novo Tempo na América do Sul, falou sobre as escolhas e suas consequências eternas. Os presentes se emocionaram com as apresentações musicais do Quarteto Athus.

O ponto central da Festa das Primícias é entrada das famílias. Elas trazem seus alimentos de acordo com aquilo que produz, como forma de gratidão pelos frutos colhidos.

No contexto bíblico, as festas anuais eram o centro da religiosidade dos antigos hebreus, era uma forma de gravar preceitos bíblicos na mente do povo. A Festa das Primícias simbolizava a consagração a Deus de todas as colheitas. Os fieis viajavam longas distâncias para demonstrar sua gratidão.
Atualmente, a Igreja Adventista do Sétimo Dia mantém o conceito bíblico da gratidão e fidelidade. Na bíblia, o apóstolo Paulo aconselha: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” I Ts 5:18.

Foi este sentimento de gratidão que motivou a realização da primeira festa na igreja de Mamborê Sítio. Ieda Márcia Zukowski dos Santos, filha de um dos casais fundadores da Igreja Adventista no município de Mamborê, relembra que a ideia inicial da Festa das Primícias, era realizar um culto de gratidão só com os membros da igreja. “Começamos de forma simples, e com o tempo a igreja compreendeu plenamente o significado de mordomia. Hoje, não existe um só membro que não tenha o seu pacto com Deus”, comenta Ieda.

Dez anos se passaram desde que, cerca de oitenta agricultores, se reuniram na pequena Igreja de Mamborê Sítio para agradecer a Deus pelos bons resultados da colheita anual. Hoje, milhares de pessoas migram de diversos lugares do país para aprender com esta comunidade que honra a Deus com a sua forma adoração. De 2010 para cá, o número de visitantes multiplicou quatro vezes.
O pastor Isaac de Almeida, líder do departamento de Mordomia Cristã da Missão Oeste Paranaense, explica que um dos objetivos da realização das festas bíblicas era o testemunho do povo hebreu às nações vizinhas. “Nos tempos bíblicos o sonho de Deus era que seu povo fosse exemplo e meio de salvação à todos que não O conheciam. a verdade é que, ainda hoje, Ele espera que seus filhos sejam bons modelos a serem seguidos”, afirma.

Significado – No dicionário Aurélio, a palavra primícia também significa – Os primeiros sentimentos, o começo. O simbolismo da entrega das primícias está atrelado ao conceito de Mordomia Cristã. Mordomia é o estilo de vida daquele que aceita o senhorio de Cristo, e anda em companheirismo com Deus atuando como Seu agente, para administrar os Seus assuntos aqui na terra. Mordomia Cristã – Filosofia e prática , pág 15.
Pioneiros – Há 68 anos, o pioneiro João Valdemar Zukowski viajou de Santa Catarina para o município de Mamborê,PR. As famílias vieram de pé e de carroça.
Ao se instalarem no local, a adoração em família virou adoração em grupo e logo três Igrejas Adventistas do Sétimo Dia foram instituídas na região.

Passados dez anos da primeira celebração, os pioneiros João Valdemar Zukowski e Lires Sueli Knoner Zukowski se emocionam ao visualizar o resultado da trajetória da família.
“Ao observar da janela da minha casa, as barracas dos visitantes espalhadas pela fazenda, me lembrei das histórias da bíblia, de quando o povo de Israel migrava de diversos lugares para participar das festas em Jerusalém. Neste momento, meus olhos se encheram de lágrimas”, relata Lires.

Além de compreender o significado da palavra fidelidade, o casal, bem como toda esta comunidade, valoriza o envolvimento dos filhos e netos na organização da festa.
Paulo Henrique Ribeiro Ferreira tem 10 anos e desde seus primeiros passinhos participa da Festa das Primícias. Ele ainda é uma criança, mas já se reconhece como uma benção de Deus para a sua família. Resultado do exemplo e incentivo dos pais, membros da igreja de Mamborê Sítio.” Me sinto uma dádiva de Deus”, se expressa timidamente o Desbravador. “Fidelidade é entregar o nosso tempo, nossos dons. É desenvolver um estilo de vida de adoração em tudo o que fizer.”, aconselha Lires. [Equipe ASN, Carolina Perez]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox