Notícias Adventistas

Ex-usuário de crack faz estudo pelo celular e é batizado

Jamile Silveira enviou curso bíblico por mensagens de texto.Santa Catarina, SC… [ASN] Mensagens de texto via celular, torpedos ou SMSs, como também são conhecidos, são rápidos e fáceis de serem enviados. Uma maneira comum de deixar um recado, apenas bater um papo, mas também de levar a Palavra de Deus adiante. Foi por meio dessa tecnologia que um ex-usuário de drogas conheceu a Cristo e foi batizado.
Matheus Ferreira é um jovem de 20 anos que morou metade de sua vida nas ruas da cidade de Jacarezinho, no Paraná, onde mantinha o vício em crack. Mas há dois anos ele consegue ficar longe das drogas graças à ajuda de um centro terapêutico para dependentes químicos de Canoinhas, meio-oeste catarinense, onde ele trabalha e ajuda a recuperar outros jovens.

Em janeiro deste ano, Matheus vendia chaveiros no município de São Bento do Sul, Norte do Estado, a fim de arrecadar fundos para a instituição. Numa tarde de sol, logo depois do horário de almoço, o rapaz foi atraído por músicas que vinham de alguns jovens sentados à sombra de uma árvore na beira da estrada. Eram “Calebes” cantando e tocando canções de louvor. “Vi um grupo de jovens e quis tocar uma música. Não sabia se eles tocavam música do mundo ou de louvor. Para a minha surpresa era louvor. A gente tocou junto com essa galerinha, que eu chamo de ‘galerinha do bem’”, conta o violeiro.

Entre os jovens da Missão Calebe estava Jamile Silveira, que aproveitou a oportunidade para convidar Matheus para a programação que iria acontecer naquela noite. “Ele precisava ir embora, então trocamos números de celular e convidamos ele para participar da palestra. Ele prometeu que iria, mas não foi. No dia seguinte estávamos debaixo da mesma árvore e ele passou pedindo desculpas porque não tinha conseguido ir. Tocamos novamente e cantamos a música ‘Volta’”, detalha.

A canção emocionou Matheus, que pediu a partitura para ensaiar. Os Calebes prometeram que dariam a partitura se ele fosse ao programa naquela noite. Novamente o jovem não pôde ir, por causa das regras da clínica. Foi então que Jamile começou a trocar mensagens de texto pelo celular com Matheus e, vendo o interesse do rapaz na Bíblia, ofereceu um estudo bíblico via celular.

Matheus aceitou e passou a estudar com Jamile todos os dias. Suas dúvidas eram respondidas de imediato pela menina que ministrava seu primeiro estudo. “Era a primeira vez que eu participava da Missão Calebe e não imaginava como ia levar as pessoas a Cristo. Via meus amigos saindo para estudar a Bíblia com os moradores e senti que precisava fazer alguma coisa”, relata Jamile, que encontrou a própria maneira de evangelizar.

A jovem e todos os outros Calebes que estiveram em São Bento do Sul assistiram ao batismo de Matheus no dia 16 de fevereiro, em Joinville. A cerimônia foi transmitida ao vivo pelo canal executivo da Novo Tempo e pela internet. A decisão de Matheus não se resume em se tornar adventista. “Eu quero ser Calebe”, diz ele. [Equipe ASN – Gustavo Cidral]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox