Notícias Adventistas

Evento para adolescentes ressalta valores familiares e religiosidade

O ADOLE, que acontece há 12 anos, reuniu 800 adolescentes de todo o Estado.Campo Grande, MS…[ASN] Quem pensa que o assunto preferido dos adolescentes é apenas tecnologia, redes sociais e sexualidade se engana. Temas ligados à família e religiosidade estão entre os preferidos dessa galera. E foram justamente estes os assuntos tratados na 12ª. Edição do ADOLE, que aconteceu nos dias 10 e 11 de agosto, no Teatro Glauce Rocha, em Campo Grande.

O ADOLE, que acontece há 12 anos, reuniu 800 adolescentes de todo o estado e teve a participação do professor Henilson Erthal, líder do Departamento de Educação da Associação Mato-Grossense, que foi o orador do evento. A programação contou com apresentações musicais feitas por uma banda e uma equipe de louvor composta por adolescentes. E, ainda, com sorteios e momentos de reflexão baseados no tema geral do evento: “ID você tem a sua?”.

Em sua palestra “O que meus pais vão ser quando eu crescer?”, o orador falou dos desafios da paternidade. “É mais fácil ser pai ou ser filho?” perguntou ao grupo. Erthal falou ainda sobre a incompreensão que ocorre no relacionamento entre pais e filhos, da diferença entre honrar e obedecer aos pais e, sobre a importância de demonstrar o amor dentro do lar. A emoção tomou conta do auditório quando ele desafiou o grupo a escrever uma carta para os pais falando de seus sentimentos em relação a eles.

A adolescente Samanda Diniz, conta que se emocionou com a palestra e aproveitou a carta para agradecer sua mãe por tudo que já fez por ela. “Estas questões sobre família mexem com meu coração; Fui criada só pela minha mãe, ela é um anjo na minha vida, quero demonstrar mais meu amor por ela”, afirmou. Já a adolescente Suelen Guimarães ressaltou a importância dos temas sobre religiosidade. “Gostei muito da parte espiritual da programação porque nos levou a refletir sobre o que devemos deixar de fazer e coisas que precisamos fazer e ainda não colocamos em prática”, declarou. Werley Alves conta que já participou de diversos eventos como este e que os assuntos abordados sempre marcam a vida dos adolescentes. “Neste evento a mensagem que ficou é que precisamos nos identificar e nos tornar amigos de Deus”, comentou.

O casal Paulo César Feitosa e Waleska Feitosa coordenou o evento juntamente com Julie Nunes, líder do Ministério do Adolescente da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Mato Grosso do Sul. Segundo eles todo o esforço é recompensado ao ver a alegria e as decisões que os adolescentes tomam depois de participar da programação. “Nos envolvemos com este evento para adolescentes porque temos filhas nesta faixa etária e sabemos as lutas que eles passam”, explicou Waleska. E para aqueles que não participaram desta edição ela conta que a equipe já está trabalhando na organização do ADOLE do próximo ano. [Equipe ASN, Rosemeire Félix]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox