Notícias Adventistas

Evento capacita liderança das Igrejas Adventistas no Rio Grande do Sul

O objetivo desse encontro é fazer uma reciclagem no sentido de aprimorar os anciãos, tanto na questão do conhecimento teológico, quanto na questão da prática.

Encontro de Anciãos e Curso de Liderança feminina acontece simultaneamente durante o final de semana.

Encontro de Anciãos e Curso de Liderança feminina acontece simultaneamente durante o final de semana.

Rio Grande do Sul, RS…[ASN] Em um mesmo encontro, porém em ambientes separados, anciãos de igrejas, que são os líderes voluntários das congregações adventistas, e esposas, foram capacitados neste final de semana dias 8 e 9 de junho. Anualmente, na região leste do Rio Grande do Sul, território administrado pela Associação Sul-rio-grandense (ASR) da Igreja Adventista do Sétimo Dia, acontece esse encontro, que neste ano, contou com a participação de mais de mil pessoas, nas cidades de Porto Alegre e Pelotas. Os organizadores do evento foram o pastor Milton Andrade, Secretário Ministerial e Rosinha Oliveira, diretora da Ala Feminina de Apoio ao Ministério.
“O objetivo desse encontro é fazer uma reciclagem no sentido de aprimorar os anciãos, tanto na questão do conhecimento teológico, quanto na questão da prática, do exercício do ancionato na igreja. E apresentar o comprometimento que ele deve ter, com Deus, com a família e com a Igreja”, afirma o pastor Milton Andrade.
Da mesma forma, as mulheres aprenderam conteúdos práticos, no Curso de Liderança Feminina, para exercerem como esposas de líderes. “Incentivamos as mulheres a estudarem o Guia do Ancião, para que elas compreendam as responsabilidades de seus esposos e saibam como ajudar. Por exemplo, quando um ancião for fazer uma reunião com a liderança da igreja essas esposas também podem se reunir com as mulheres da igreja para desenvolver projetos missionários e de fortalecimento espiritual”, explica Rosinha Oliveira.
“Apresentamos para essas mulheres ensinos da escritora cristã, Ellen White, que aborda de forma prática a maneira como as mulheres devem agir. Porque acima de tudo independente da função que a mulher exerce como esposa de ancião ou como esposa de pastor ou esposa de lideres, nós somos uma influencia dentro do mundo. Somos uma parte que faz toda diferença, principalmente por sermos cristãs”, destaca Mara Sales.
Para Franciene Marquil, o Curso de Liderança Feminina serviu para alertar quanto as suas responsabilidades como cristã e esposa de líder. “Eu não tinha noção que eu sou um exemplo para algumas mulheres e para outras famílias. Esse encontro me fez ver que realmente existem pessoas que nos observam e eu preciso mostrar Cristo através das minhas atitudes, esse curso me fez enxergar isso”, concluí.
Especialistas em diversas áreas foram convidados para darem as palestras aplicando cada tema para as atividades a serem exercidas pelos líderes de igreja. O pastor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp, campus Engenheiro Coelho), Ranieri Sales, Mara Sales, pedagoga e especialista em docência universitária e o pastor Marco Lamarques, estudante de doutorado em Terapia Familiar.
Além desses convidados, os administradores da ASR também apresentaram conteúdos importantes para o trabalho do ancionato, o pastor Marcos Júnior, presidente da ASR, abordou a organização nos cultos, enfatizando sobre como devem ser realizados os cultos que acontecem nas quartas-feiras à noite. O diretor financeiro da ASR, Harlei Queiroga, tirou dúvidas referentes à adoração através dos dízimos e ofertas.
O pastor Ranieri Sales, que traduziu o manual da Igreja Adventista do Sétimo Dia do inglês para o português, apresentou algumas mudanças do Manual da Igreja Adventista do Sétimo Dia na versão válida para os anos de 2010 a 2015. Destacando que essas mudanças são apenas de tradução e clareza do texto e não são mudança das normas ou princípios da igreja. De acordo com o pastor Ranieri é importante que os líderes se atentem ao manual, pois “ele reflete o pensamento da igreja mundial para manter a unidade dos procedimentos”, enfatiza.
Tanto para os homens quanto para as mulheres, as duas reuniões enfatizaram o envolvimento da família na missão. Por isso, para encerrar a programação uma palestra foi realizada em para os dois grupos, pelo pastor Marcos Lamarques.
“É muito importante que cada líder da igreja tenha no seu lar uma referência, principalmente um lugar de refugio. E essa estrutura de segurança, de alegria e bem estar, produz nele saúde emocional equilibrada e adequada. Quando o marido esposa encontram um no outro segurança e certeza de compreensão eles são felizes”, pontua o pastor Marco Lamarques.
Para o pastor Marcos Junior, presidente da Igreja Adventista na região leste do Rio Grande do Sul, a grande tônica do evento foi ressaltar a importância da família no ministério do ancinato e pastoral. “Neste final de semana, nós enfatizamos o envolvimento da família como uma sequência do que fizemos no concílio dos pastores no início do ano. Mostramos a importância da esposa e dos filhos estarem comprometidos com o ministério e não foi diferente aqui. Pois os anciãos e esposas de anciãos precisam entendam que o ministério é único, e quando a família trabalha há um maior crescimento espiritual da família, a igreja também cresce com isso e outras pessoas são alcançadas para Cristo”, aponta do pastor Marcos Júnior. [Equipe ASN, Bianca Lorini]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox