Notícias Adventistas

Evangelismo em São Gabriel da Cachoeira leva indígenas a Jesus

São Gabriel da Cachoeira, AM…[ASN] A igreja adventista da região central do Estado de Amazonas, no dia 5 de novembro, enviou o obreiro bíblico Francisco Dourado ao município de São Gabriel da Cachoeira com o objetivo de auxiliar o distrito a evangelizar dois bairros. O trabalho de visitação e divulgação do programa evangelístico começou no dia seguinte pelas casas dos bairros Miguel Quirino e Areal. Até o dia 11, quando começou a conferência, a média era de 100 casas visitadas por dia.
Durante as visitas Dourado promovia o conteúdo da programação que consistia em saúde, educação de filhos, casamento, e estudo da bíblia. Segundo o obreiro bíblico, 90% dos visitados foram receptivos ao convite. “Ao chegarmos, na maioria das casas, as pessoas já nos convidavam para entrar, falavam de seus problemas e se comprometiam em ir ao programa”, relata.
No município, nove de cada dez habitantes são comprovadamente indígenas. É o município com maior número de indígenas no país. O início da Conferência, no dia 12 de novembro, marcou a inauguração do Grupo Adventista Areal, que em breve será a primeira Igreja Indígena Adventista do Sétimo Dia, construída no bairro Areal. Durante o culto todos cantam e utilizam a bíblia em seu próprio idioma.
Durante a conferência foi realizado o projeto “Shopping da Família” de incentivo à frequência.  Cada participante recebia à noite uma nota simbólica de 10, 20, ou 50 “Barões” para gastar no “Shopping da Família” que foi realizado no dia 26 de novembro. Os produtos vieram de doações de membros das igrejas em Manaus. Roupas, sapatos, brinquedos, e utensílios de cozinha atraíram a curiosidade de centenas que pessoas, que aproveitaram para adquirir os produtos.
A cada noite cerca de 120 pessoas, entre adultos e crianças, participaram do programa. Ao final, no dia 03 de dezembro, 29 pessoas foram batizadas pelo pastor do distrito, Alberto Ádrio. Segundo o obreiro bíblico, Francisco Dourado, “haverá muitos outros batismos nos próximos meses devido ao grande número de pessoas que permanecem estudando a bíblia e frequentando as reuniões”.  [Equipe ASN, Alessandro Simões]
Fonte: ASN-Notícias

Notícias Relacionadas

WordPress Image Lightbox