Notícias Adventistas

Em Londres, ação missionária nas Olimpíadas exerce impacto

 

Membro da Igreja Adventista, Tyler Saunders, substituto na equipe britânica de basquetebol, nas Paraolimpíadas de 2012 , segura a tocha Londres, Inglaterra … [ASN] “Deixar de fazer aplicações espirituais nos esportes”, diz o dramaturgo Mervyn Weir, “é difícil”. É por isso que o membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia incorporou histórias de marcos olímpicos em sua última produção partindo do The Flying Scotsman (O Escocês Voador), Eric Liddell, para o pai do corredor Derek Redman que ajudou seu filho ferido a cruzar a linha de chegada nas Olimpíadas de 1992.

O musical de Weir, Beyond Gold, é um dos vários eventos proeminentes adventistas do sétimo dia realizados em Londres e nos arredores, durante os Jogos Olímpicos de Verão. Weir disse que escreveu o musical com o intuito de que a audiência fosse levada a pensar em seu desenvolvimento espiritual, à luz das festividades que as estão cercando nas próximas duas semanas.

“Toda e qualquer oportunidade que ele [o apóstolo Paulo] via, usava para levar as pessoas a Cristo e creio que é isso que as artes podem fazer”, Weir disse na noite de domingo, depois da última das quatro apresentações do musical em locais ao redor da cidade.

A produção teatral de Weir revela o chamado oficial da igreja aos membros para servirem na comunidade durante as Olimpíadas que atrai centenas de milhares de visitantes internacionais e grande cobertura da mídia em Londres.

“Incentivamos nossas igrejas a fazerem uso das Olimpíadas como oportunidade para terem parte ativa na comunidade a que foram chamadas servir”, disse Kirsten Oster-Lundqvist, pastor adventista, diretor de Comunicação da Associação do Sul da Inglaterra.

Hospedagem – Enquanto grande número de membros se une aos milhares de outros cristãos atuando nos festivais e jogos, várias congregações adventistas estão abrindo suas portas para hospedar os eventos. O Departamento do Adolescente está patrocinando um acampamento para adolescentes entre os jovens carentes na Igreja Adventista New Life, no norte de Londres.

A Igreja Adventista Central de Bedford realizou um desjejum comunitário para mais de 200 pessoas e ofereceu exames e literatura sobre saúde. O deputado Richard Fuller esteve presente e convidou os membros a se envolverem ainda mais na comunidade.

“Algumas programações adventistas estão sendo ajustadas devido ao conflito com os jogos”, disse Oster-Lundqvist. O ministério semanal aos moradores de rua não está podendo servir sua refeição semanal nas ruas de Waterloo Bridge, uma área com muitos moradores de rua, e passará a entrega da refeição para o Centro Adventista, na Igreja Adventista Central de Londres.

Embora algumas poucas igrejas estejam realizando séries tradicionais de evangelismo, muitos membros estão indo além das portas da igreja e buscando oportunidades ímpares de serviço.

“Creio que estamos no nosso melhor desempenho quando nos envolvemos na comunidade”, disse Victor Hulbert, diretor de Comunicação da União-associação Britânica, em Watford. Mais de 50 jovens se uniram à Federação de Jovens, na sexta-feira à noite, para pregação de rua, na estação do Metrô Stratford, localizada próxima do Estádio Olímpico. Outros distribuíram cerca de 30.000 revistas Life.info, patrocinada pela Igreja daqui.

Mais do que ouro – A Associação do Sul da Inglaterra é patrocinadora do More Than Gold (Mais do que Ouro), uma organização cristã que usa os jogos como catalisador do ministério e ação missionária.

Um membro da igreja, em sua terceira apresentação nas Olimpíadas de Verão, é Graeme Frauenfelder que dirige um ministério de formação de palhaços e desenvolvimento de jovens. Nas próximas duas semanas ele e outros membros da Fusion Youth and Community UK irão se vestir de palhaços e conversar com as pessoas nas ruas e parques do centro olímpico, na esperança de levar alegria e algumas brincadeiras inocentes.

“Está se tornando uma forma muito especial de me conectar com muitas pessoas”, Frauenfelder disse enquanto esperava o ônibus para Oxford, agora sem o traje de palhaço. “As pessoas podem ser mais divertidas conosco e mais amistosas do que se eu simplesmente me aproximasse delas e dissesse: ‘Olá’, sendo um desconhecido.”

O grupo com cerca de 80 pessoas patrocina festivais na comunidade – em vez de realizar uma atividade social na igreja, o grupo a leva para um parque.

“O ponto principal é tirar as pessoas da igreja e envolvê-las na comunidade, para serem o sal e a luz do mundo”, disse Frauenfelder que é afiliado da Igreja do Avondale College e da Igreja Gateway, na Austrália.

Ele já falou em várias escolas adventistas e treinou adolescentes para realizarem o ministério com eles nos parques. Algumas vezes ele se veste de palhaço, outras, de tigre. “É mais que brincadeira”, disse Frauenfelder. Outros que se estão misturando na comunidade durante as Olimpíadas são os membros da Igreja Adventista Portuguesa no Sul de Londres, em Brixton. Eles planejam entregar água e darem 100.000 abraços gratuitos durante os jogos.

Mesmo depois do início dos jogos, os membros estavam entre os milhares que participaram do Revezamento da Tocha Olímpica. As Olimpíadas neste ano estão sendo realizadas de 27 de julho a 12 de agosto, seguidas pela Paraolimpíada, de 29 de agosto a 9 de setembro. [Equipe ANN, Ansel Oliver]

 

 

 

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox