Notícias Adventistas

Duas mil pessoas passam dez horas em oração e louvor

Pastor Elmar Borges, líder dos jovens adventistas do sul do país.Joinville, SC…[ASN] Enquanto muitos jovens passavam a noite de sábado em festas e baladas barulhentas na cidade de Joinville, norte de Santa Catarina, cerca de duas mil pessoas ficaram acordadas na madrugada do dia 5 para o dia 6 a fim de acompanharem a Super Vigília Jovem.

O evento durou 10 horas, das 21h de sábado às 7h de domingo, período em que os participantes louvaram a Deus, oraram, assistiram às encenações do grupo Perspectivas Brasil, ouviram mensagens espirituais, testemunhos e se emocionaram com batismos. As pregações ficaram por conta dos pastores Ezequias Guimarães, líder da igreja adventista na região, Lelis Silva, líder jovem e Elmar Borges, líder dos jovens adventistas do sul do país.

Entre os convidados, o grupo Novo Tom cantou suas músicas mais conhecidas e deu um toque especial à programação realizada no Joinville Square Garden. “Pra gente é uma alegria muito grande participar deste evento, sobretudo porque é um evento de cunho espiritual”, afirma Lineu Soares, maestro do grupo. “Acho que todas as oportunidades que a gente tem de elevar o nome de Cristo para as pessoas e trazer a oportunidade para que elas estejam mais próximas de Deus, é sempre uma oportunidade extremamente valiosa”, declara.

Surpreenda-se foi o tema geral do evento.O tema da vigília foi “Surpreenda-se”, com o propósito de surpreender os participantes a fim de eles sentirem o desejo de também surpreender o mundo. Ação simbolizada pela mudança no letreiro ao final da programação, quando o título “Surpreenda-se” transformou-se em “Surpreenda”.

Uma das partes que mais impactaram a plateia foi a destinada ao Desafio Ágape, projeto do Ministério Jovem da igreja que propõe ir a lugares pouco convencionais para falar da Palavra de Deus. Entre as diversas ações realizadas pelos jovens catarinenses durante a Semana Santa, foram destacadas a de um grupo de Caçador, cidade do Meio-Oeste de Santa Catarina, que promoveu a Semana da Esperança dentro de igrejas de outra denominação. Outra equipe que surpreendeu foi a dos jovens da igreja do Fátima, em Joinville. Eles conseguiram resgatar quatro moradores de rua e levá-los aos cultos.

Se alguém cochilou durante o programa, a Missão Calebe fez todos ficarem bem atentos com uma entrada triunfal dos voluntários que estiveram no Uruguai, em São José do Cedro e Apiúna. Os jovens quebraram o protocolo e chegaram ao palco montados em bicicletas, motos e na carroceria de uma caminhonete.

O destaque dos calebes foi o testemunho de Eliton Caldas, que começou a frequentar a igreja em novembro, se batizou na Missão, continuou Apiúna como obreiro e em três meses 30 pessoas foram batizadas por meio de estudos bíblicos ministrados pelo jovem de 21 anos.

Grupo Novo Tom.A mensagem do testemunho alcançou Bruna Martins de Lima, de 21 anos, que decidiu ser batizada na mesma noite. “Eu já estava com vontade, mas eu vi o vídeo e disse: ‘preciso participar’. Eu senti a necessidade de ter que ‘botar a mão na massa’, ajudar a Jesus voltar mais rápido”, conta.

Além de Bruna, foram batizadas mais duas pessoas no evento. Uma mulher que conheceu a Cristo por meio da Missão Calebe e um juvenil que participou do projeto Pais de Esperança.

“Vendo uma multidão permanecer até de manhã, a gente percebe que a nossa juventude tem vontade. Após um programa de dez horas sem intervalo e ver toda essa gente atendendo ao apelo para trabalhar por Jesus, isso não tem preço. Todo o desgaste valeu a pena”, diz o pastor Lelis Silva, organizador a vigília. [Equipe ASN, Gustavo Cidral]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox