Notícias Adventistas

Detentos estudam a Bíblia e são batizados em Pernambuco

Na prisão, outras 70 pessoas estão recebendo estudos bíblicos.

Estudo da Bíblia mudou vida de detentos (Foto: Dinho Leite)

Caruaru, PE… [ASN] Foi atrás das grades que dez presos da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, localizada em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, conheceram a liberdade. Eles foram batizados neste mês e agora são membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Um deles é Reginaldo Silva, de 46 anos, que está preso há 1 ano e 6 meses. Logo depois de começar a cumprir a pena, ele foi escalado para ajudar na cozinha da penitenciária. Mesmo mantendo-se ocupado durante parte do dia, o desespero de viver encarcerado o levou a tentar suicídio. “A gente dormia lá na cozinha mesmo. Então, em uma das noites, quando todo mundo já havia pegado no sono, procurei uma faca para me matar”, descreve. “Não encontrei porque os funcionários guardam tudo quando a gente termina o serviço. A única coisa que achei foi uma chave e feri o meu pescoço. Eu queria sair daquela vida que eu levava de alguma forma”, recorda.

O plano não deu certo porque o socorro foi rápido. Um detento que também ajudava na cozinha acordou no meio da noite, viu que Reginaldo sangrava muito e pediu ajuda. Quando se recuperou, ele foi incentivado por um funcionário a ler a Bíblia e pouco tempo depois conheceu missionários da Igreja Adventista do Sétimo Dia que realizam visitas e reuniões semanalmente no local. “Agora que eu conheço a Bíblia, eu entendi porque Deus não me deixou morrer naquele dia. Hoje tenho outra vida, hoje estou liberto em Cristo”, afirma.

Atualmente, a Penitenciária Juiz Plácido de Souza está superlotada. O espaço tem capacidade para 381 detentos, mas abriga hoje aproximadamente 1.500. Os missionários e os novos fiéis estão engajados em apresentar Jesus Cristo a outros presos. “Hoje nós temos um grupo de 70 detentos que estudam a Bíblia conosco todas as terças-feiras. Essas dez pessoas que foram batizadas vão nos ajudar a espalhar ainda mais o evangelho aqui”, conta Isael Barbosa, um dos voluntários adventistas que visita o local. [Equipe ASN, Fernanda Beatriz]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox