Notícias Adventistas

Crianças abrem Pequenos Grupos para Semana Santa

Preparo envolveu palestras sobre a arte de falar em público e o funcionamento de Pequenos Grupos.Rio de Janeiro, RJ… [ASN] Nos bairros de Jacarepaguá e Campo Grande aconteceram treinamentos para mais de 150 evangelizadores infanto-juvenis e adolescentes, com idades entre 7 a 12 anos e 13 a 17 anos. Eles pretendem abrir seus Pequenos Grupos para a Semana Santa nos lares, entre os dias 23 a 30 de março.
Em Jacarepaguá aconteceu o primeiro encontro, dia 24 de fevereiro, com a participação de 60 juvenis e adolescentes. Já em Campo Grande o evento foi no dia 2 de março, e o número de participantes foi maior: cerca de 95, dos quais apenas 80 haviam feito inscrições. Nestes treinamentos a faixa etária define a divisão dos grupos: 7 a 12 anos – Grande Como Davi, e 13 a 17 anos – Evangelizadores Teens.

Durante os treinamentos eles recebem um kit contendo: estudo bíblico, caneta, bótom, uma bolsa com o material e um treinamento com dois módulos, o primeiro contendo lições sobre: Arte de falar em público, Como preparar um sermão, Uso de ilustrações e Cuidados com voz e aparência. O segundo módulo: Como organizar Pequenos Grupos (PG), O Programa do PG, Evangelismo Público e Como levar pessoas à decisão.

O projeto já existe há mais de uma década e no início tinha o nome de Pregadores Mirins. Antonio José Bettero, que trabalhou como coordenador dos Desbravadores da Associação Rio de Janeiro na década de 90, iniciou o projeto como uma especialidade para o Clube de Desbravadores. Com o passar dos anos o nome mudou para Grande Como Davi e Evangelizadores Teens, mas a ideia continua a mesma: crianças, juvenis e adolescentes partilhando o amor de Deus com seus amigos nas suas casas.

Para a Semana Santa, serão nada menos que 60 pregadores juvenis e adolescentes abrindo seus lares para os amigos. Um número surpreendente distribuído pelos arredores de Campo Grande e Nova Iguaçú.

Tayane Stephanie Ramos iniciou seu pequeno grupo após a Semana Santa de 2012 e até hoje as reuniões acontecem em sua casa. Nesse ano ela precisou dividir forças com amigas e abrir outro pequeno grupo, pois sentiram a necessidade, devido a falta de espaço. De seu trabalho missionário, três amigas já se batizaram. Ela admite que sua timidez em público é verdadeira, mas quando se trata de pregar a palavra de Deus aos amigos, a timidez fica de lado.

A líder do Ministério da Criança e Adolescente da Associação Rio Sul, Ineida Costa, relata que “as crianças têm uma força enorme na pregação do evangelho, elas alcançam pessoas que jamais seriam alcançadas por adultos”. [Equipe ASN – Fabiana Lopes]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox