Notícias Adventistas

Comunidade árabe realiza chá para mulheres

 

Mulheres na comunidade árabe São Paulo, SP… [ASN] Com o objetivo de trazer pessoas de outras denominações para conhecerem a congregação, o Ministério da Mulher da Comunidade Árabe Aberta realizou um chá especial em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

“A ideia foi montar um chá com um tema árabe, para que as mulheres convidadas tenham a oportunidade de  conhecer a cultura. Também foi realizado para que pessoas que são da nossa denominação possam aprender a apresentar Jesus a quem não O conhece”, afirma a líder do Ministério da Mulher da comunidade, Rosângela Ortega.

Recreação entre mulheres

Maria Natália Cabral é separada de um muçulmano, continua na religião, aceita os dogmas, mas está frequentando a comunidade árabe há algum tempo. “Eu cheguei aqui e fiquei deslumbrada com o chá. A decoração está maravilhosa, o painel que representa a mesquita está estupendo e muito sugestivo, já que é uma comunidade árabe aberta. Aqui as pessoas não têm preconceito. Eu já me sinto em casa”, diz a visitante.

Além da integração, da culinária e da recreação entre mulheres, elas receberam uma palestra sobre auto-estima. “É preciso ter bons sentimentos, bons pensamentos e transmitir amor para as outras pessoas”, afirma a psicóloga Rosângela Santos, que ministrou  o debate.

Mesquita confecionada pelas mulheres De acordo com o pastor da igreja, Márcio Rocha, o espaço foi aberto para dar um parabéns às mulheres. Ele afirma que a ideia que se tem de que o mundo oriental é muito machista, nem sempre é verdade. “Aqui as mulheres são muito respeitadas. Desejo que Deus abençoe cada uma delas, com a sua graça e a sua bondade. Não apenas do Dias das Mulheres, mas a cada dia, até a Vinda de Jesus”, declara o ministro.

O líder espiritual da Comunidade Árabe Aberta, Assad Bechara, afirma que está muito feliz com o encontro.“ A mulher é o coração do mundo, da sociedade, da família e da igreja. Este encontro que integra as mulheres faz um bem para nós homens, porque sentimos e vemos no comportamento delas o ideal de servir, de ser útil. É uma festa que nos deixa envaidecidos, alegres e agradecidos a Deus por este momento”, afirma Bechara. [Equipe ASN, Isadora Schmitt Caccia]

 

 

[fve]http://youtu.be/HSrf25KMlRM[/fve]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox