Notícias Adventistas

Com ênfase nas grandes cidades, jovens da Missão Calebe atuarão em São Paulo

Projeto conta com mais de 600 participantes nestas férias.

Pastor Areli Barbosa, líder dos jovens na América do Sul, lança projeto em São Paulo.

Pastor Areli Barbosa, líder dos jovens na América do Sul, lança projeto em São Paulo.

São Paulo, SP…[ASN] Num momentos histórico de protestos e manifestações da juventude brasileira em busca de um país melhor, mais de 600 jovens adventistas da região Sul de São Paulo decidem arregaçar as mangas e fazer a sua parte para que o mundo de fato melhore. Eles são os jovens que pertencem à Missão Calebe, um projeto social e educativo desenvolvido durante as férias escolares em diversas regiões do Brasil e até em países vizinhos.

Neste ano com foco nas grandes cidades, os jovens “calebes” de São Paulo atuarão na própria capital. As ações que serão desenvolvidas variam entre a ministração de estudos bíblicos à ações de cunho social como restauração de casas, ruas, praças, entre outras necessidades da comunidade local. “Missão Calebe tem como perfil sempre priorizar o atendimento aos locais mais difíceis e São Paulo é um grande desafio, pois temos muitas pessoas com a mente pós-moderna sedentas do evangelho. Nosso desejo é levar essa juventude a entrar em lugares que talvez poucos entrariam”, explica o pastor Alexandre Martins, líder da Missão Calebe na região Sul de São Paulo. “Que estes jovens tenham a missão no coração de pedir para Deus o desafio mais difícil, assim como fez o personagem bíblico Calebe”, completou.

Um congresso realizado a todos os participantes contou também com a presença e incentivo dos líderes Ronaldo Arco e Areli Barbosa, respectivamente líderes do projeto para o estado de São Paulo e oito países da América do Sul. “Nós estamos vivendo um momento do Brasil em que a manifestação da juventude causou muito impacto. Então, está mais que provado que a juventude tem muito potencial”, comentou o pastor Areli Barbosa. “Quando eles se levantam para um projeto, para uma ação, é algo fantástico. E quando eles estão revestidos com esta visão da Missão Calebe que é de salvar, de servir, de ajudar, então este trabalho se torna muito bem-vindo porque a juventude é forte. Eles são bonitos e tem dinamismo e a sociedade quer ver a juventude em ações que tenham valor”, avalia.

“A cada dia a gente vê como esse projeto não nasceu em corações humanos, mas no coração de Deus”, declarou uma das fundadoras do projeto que teve seu início no nordeste do Brasil. Lá o projeto Missão Calebe caminhou os primeiros passos com um grupo de 26 jovens. Hoje, milhares participam da ação, como é o caso do estudante Edson Oliveira que é um “calebe” desde 2010. “Eu continuo sendo um ‘calebe’ porque na primeira vez eu fui com o intuito de fazer diferença às pessoas, deixar a minha marca, mas ao final eu percebi que foi Deus que deixou Sua marca em mim”, declara. “Querer servir a Deus hoje é a minha maior motivação porque é maravilhoso ver as pessoas sendo transformadas”, conta. [Equipe ASN, Priscilla Stehling]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox