Notícias Adventistas

Wilson Borba

Wilson Borba

Sola Scriptura

As doutrinas bíblicas explicadas de uma forma simples e prática para o viver cristão.

A mulher e o dragão

Doze-estrelas

O livro bíblico do Apocalipse revela detalhes do grande conflito entre Cristo e Satanás. Estudar a estrutura desse livro extraordinário recompensará ao dedicado estudante. O Apocalipse divide-se em duas partes principais. A primeira, denominada “Parte Histórica” inicia no capítulo 1 e vai até o 14. A segunda vai do capítulo 15 a 22, e é chamada “Parte Escatológica”. Cada uma dessas divisões contém quatro seções.

Só para lembrar vejamos as seções da parte histórica. 1ª seção: As Sete Igrejas, capítulo 1 a 3; 2ª Seção: Os Sete Selos, capítulo 4 a 8:1; 3ª Seção: As Sete Trombetas, capítulo 8:2 a 11; 4ª Seção: O Grande Conflito, capítulo 12 a 14. Agora, as quatro seções da parte escatológica. 1ª seção: As Sete Pragas, capítulos 15 e 16; 2ª seção: A Queda de Babilônia, capítulo 17 a 19; 3ª seção: O Milênio, capítulo 20, e 4ª seção: A Nova Jerusalém, capítulos 21 e 22.

O apóstolo João inseriu o assunto da expulsão de Lúcifer e seus anjos, da queda de Adão e Eva, a encarnação, vida, morte e ascensão de Cristo dentro da parte histórica, na seção do Grande Conflito. E ainda pôs no centro do livro. Sabe o porquê? Por serem importantíssimas realidades. Essa seção do Grande Conflito divide-se em 12 menores.

Como o número do povo de Deus tanto no Antigo (AT) como no Novo Testamento (NT) é 12 convém lembrar, que todos os filhos de Deus enfrentarão aqui na Terra um grande conflito contra as forças do mal. “Viu-se grande sinal no céu, a saber, uma mulher vestida do sol com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça, que, achando-se grávida, grita com as dores de parto, sofrendo tormentos para dar a luz” (Apocalipse 12:1, 2).

A Igreja de Cristo é simbolizada por uma mulher pura iluminada pela luz do sol e da lua. Ela é a esposa do Cordeiro (Apocalipse 19:7, 8), e como as Escrituras são lâmpada e luz para o caminho (Salmo 119:105), esta Igreja é iluminada pelos escritos bíblicos do AT e do NT. Sua coroa de 12 estrelas representa a vitória dos crentes, tanto do AT como do NT. A Igreja de Cristo é composta pelos crentes fieis desde a entrada do pecado no mundo. Jesus é o “…Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo” (Apocalipse 13:8).

A cruz olha para trás e para frente. O serviço sacrifical divinamente instituído ensinava a redenção. É erro crasso pensar que apenas os 12 apóstolos fazem parte da Igreja de Cristo, pois os 12 filhos de Jacó também são parte da mesma (Apocalipse 21:12-14). A Igreja nasceu no Éden (Gênesis 3:15). Jesus morreu pelas pessoas que viveram antes da cruz, assim como morreu por nós.

Desde o começo do mundo nomes de crentes fieis têm sido inscritos no Livro da Vida do Cordeiro (13:8). Como Abraão, eles venceram pela fé em Cristo, e em seu sacrifício expiatório (Gálatas 3:6, 29). Voltemos à figura profética da mulher. Apareceu um grande dragão vermelho, o qual se deteve em frente dela a fim de lhe devorar o filho que ia nascer. O Filho é o Senhor Jesus Cristo, o Messias prometido nas profecias messiânicas, e apresentado nas páginas do NT. Mas, que representa o grande dragão vermelho?

Os versículos 7 a 12 são um parêntese explicativo. O dragão é Satanás, o Diabo. Donde ele veio? Do Céu. “Houve peleja no Céu. …E foi expulso, o grande dragão, a antiga serpente, que se chama Diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos” (Apocalipse 12:7-9). Satanás tentou destruir o Menino nascido, porque sabia ser Ele o Rei divino (Apocalipse 12:5).

A cruz proveu o grande clímax no grande conflito entre Cristo e Satanás, pois quando Jesus morreu, Ele venceu a Satanás. Agora, anjos e homens podem ver o caráter de cada um. Jesus é bom e Salvador, e Satanás é mau e assassino. “Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo” (Apocalipse 12:10). O reino de Deus tem duas fases. A da graça e a da glória. A fase da graça foi inaugurada após a entrada do pecado, e estabelecida com a morte de Cristo na cruz. A fase da glória foi inaugurada na ascensão de Cristo ressuscitado e vitorioso ao Céu (Apocalipse 12:5), e será estabelecida em breve, na sua vinda em glória e majestade (Mateus 25:31).

Portanto, agora é o tempo de graça destinado para salvar pecadores. Sabe por que Satanás não foi destruído após a cruz? Para o bem do Universo. Os habitantes do Céu e da Terra necessitavam ver mais claramente como seria se ele alcançasse suas pretensões de reinar sobre todos. Após a cruz Satanás encheu-se de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta (Apocalipse 12:12).

Amigo, o tempo de graça também está acabando, e todos se posicionarão nesta guerra, de um ou do outro lado. Inclusive você. Por causa de nós, e por causa dos nossos pecados, o Filho de Deus morreu na cruz (João 3:16). Você já o aceitou como seu Senhor, Salvador e Rei? Deseja ter seu nome no Livro da vida do Cordeiro? Tome agora sua decisão! E Deus seja louvado eternamente, amém!

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox