Notícias Adventistas

Wellington Barbosa

Wellington Barbosa

Papo de líder

Conceitos de liderança sob uma perspectiva cristã.

Assassinos do tempo

 

Foto: Shutterstock

Você já ouviu falar do cemitério de Najaf, no Iraque? Trata-se do maior cemitério do mundo. Localizado a cerca de 160 quilômetros de Bagdá, o Wadi al-Salam (Vale da Paz) tem mais de cinco milhões de covas. Antes do conflito com o Estado Islâmico, a média diária de sepultamentos era de 120 pessoas. Com a guerra, o número chega a 200 enterros por dia. Embora esse fato possa parecer um tanto mórbido, ele me fez pensar em outro cemitério que se amplia diariamente e se relaciona com cada um de nós. Ainda consigo me lembrar do conselho de um experiente professor que tive na faculdade, que dizia de modo solene: “O maior cemitério do mundo é o cemitério do tempo perdido.”

De fato, parece que a cada dia essa afirmação se torna mais verdadeira. Você já refletiu acerca da quantidade de iniciativas úteis que deixa de fazer simplesmente por não saber gerir adequadamente o tempo? No contexto profissional, essa falha tem sérias implicações. Além da produtividade baixa e do impacto negativo sobre a qualidade do trabalho, é preciso ponderar também acerca da máxima de que “tempo é dinheiro”. Uma pesquisa feita pela agência de recrutamento Ajilon, sediada nos Estados Unidos, com dois mil profissionais na faixa entre 18 e 34 anos, constatou que 11% deles desperdiça cerca de uma hora de trabalho por dia checando as redes sociais. Considerando que esses profissionais ganham, em valores convertidos em reais, uma média de R$ 85 por hora, isso representa um prejuízo de R$ 425 por semana, ou R$ 21.312 por ano. Não encontrei informações referentes ao contexto brasileiro, mas acredito que, proporcionalmente, o prejuízo não seja tão diferente.

Assim, torna-se imperativo, necessário e lucrativo saber usar o tempo de modo apropriado. Conforme ensina Salomão em Eclesiastes 3, “tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu” (verso 1). Para que você seja bem-sucedido e faça cada coisa no seu devido tempo, considere as seguintes dicas:

Planeje. É impossível gerir bem o tempo sem qualquer tipo de planejamento. Com o auxílio de uma agenda, logo no início do dia, faça uma lista do que deve ser feito. Ao prepará-la, organize-a do mais importante ao menos importante. Lembre-se de que, geralmente, 20% dos nossos esforços são responsáveis por 80% dos nossos resultados; portanto, planeje com base em sua escala de prioridades. Além disso, defina com o máximo de precisão o tempo necessário para a execução de cada tarefa. Não se esqueça também de incluir em seu planejamento pausas intencionais entre uma atividade e outra, com o propósito de “oxigenar as ideias”. Embora a frase “quem falha ao planejar, planeja falhar” seja clichê, contém uma verdade difícil de ser contestada.

Organize. A desorganização sempre conspirará contra a boa gestão do tempo. Manter o local de trabalho sempre organizado fará com que você saiba exatamente onde buscar os itens necessários para o desenvolvimento de cada tarefa. Se você lida com muitos papéis, encontre uma forma funcional de arquivá-los, a fim de evitar a perda de tempo na localização deles. Longe de se limitar aos aspectos físicos, a organização deve ser levada também para seus recursos digitais. Catalogue seus documentos de maneira lógica em pastas de fácil acesso em seu computador. Desse modo, encontrar aquele relatório ou mensagem não lhe roubará minutos preciosos de seu dia.

Não procrastine. Essa palavra de origem latina soa estranha, mas seu significado é bem conhecido de todos. Pro significa “à frente”, e cras é sinônimo de “amanhã”. Assim, pro cras significa “para amanhã”. Quem deixa tudo para depois, mata o tempo e coloca uma corda em seu próprio pescoço, pois o trabalho que não é feito ou é mal executado pode redundar em má reputação profissional e, em última instância, demissão. Portanto, comece a fazer suas atividades o quanto antes e programe-se para entregá-las antes da data final. Lembre-se novamente de Salomão: “O que as suas mãos tiverem que fazer, que o façam com toda a sua força” (Eclesiastes 9:10). E o quanto antes!

Mantenha o foco. Se você pretende fazer algo com excelência, deve ser resoluto em manter o foco no objetivo final. Isso significa que deverá aprender a dizer não para qualquer outra tarefa ou compromisso que pulverize suas energias, delegar atividades que não estejam relacionadas com sua meta e a bloquear os ladrões de tempo que geralmente estão ao alcance do mouse ou do touchpad do notebook. É incrível como o tempo corre quando estamos distraídos acompanhando as notícias ou interagindo em uma rede social; por isso, mantenha o foco em seu propósito final.

Use a tecnologia como aliada. Embora a tecnologia possa apresentar uma série de distrações que conspirem contra a boa gestão do tempo, ela também pode ser uma grande aliada para ajudar você a maximizar sua produtividade. Existe no mercado uma série de aplicativos muito úteis para ajudar no processo de administração do tempo. Encontre aquele que se adéqua melhor ao seu estilo e à sua atividade e aproveite suas vantagens.

Como disse Millôr Fernandes, “quem mata o tempo não é assassino, mas sim um suicida”. Vida longa e próspera a quem administra bem seu tempo!

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox