Notícias Adventistas

Valdeci Júnior

Valdeci Júnior

Reavivamento e Reforma

Reavivamento e Reforma é um espaço onde o autor vai tratar de espiritualidade que leva à prática, sobre a grande necessidade que as pessoas têm de buscar a Deus e depender Dele.

Prove que Deus existe

Foto: Shutterstock

No laboratório, pode não ser possível provar a existência de Deus. Todavia, não é somente no tubo de ensaio ou no microscópio que se faz ciência. Áreas do conhecimento humano como Filosofia, História, Direito, Antropologia, Sociologia, etc. também são ciências, mas que se organizam criteriosamente pela criação de outros caminhos de produção do conhecimento. A Bíblia nos intima a conhecermos a Deus (Oseias 6:3). Como?

Não com provas, mas por evidências? Apesar de que muitos possam dizer que teríamos evidências de sobra que atestem a existência de Deus, podemos insistir um pouquinho mais na questão da prova, visto que é também impossível provar que Deus não exista. Então, como posso saber que Ele existe?

É possível provar que Deus existe[1]

O conhecimento é provado pela Ciência

E dizem que de Deus, só existem evidências

Mas como posso aceitar conhecer a invenção

Se superficial for com Deus, a minha relação?

 

É possível provar sim, que Deus existe

Mas o procedimento é diferente

Eu não posso provar a Sua existência para você

Mas você mesmo pode, por si, prová-Lo, em seu próprio ser

 

Há algo na vida que é um imenso desafio

É que o homem tem, dentro de si, um grande vazio

Que não pode ser preenchido pela cultura

Só o que pode preenche-lo é uma fé pura

 

É possível provar sim, que Deus existe

Mas o procedimento é diferente

Eu não posso provar a Sua existência para você

Mas você mesmo pode, por si, prová-Lo, em seu próprio ser

 

As pessoas usam fantasias para abafar

Esse sentimento de que estão abandonadas

Mas é impossível ser feliz vivendo de mito

Sem se relacionar com Deus, como um amigo

 

É possível provar sim, que Deus existe

Mas o procedimento é diferente

Eu não posso provar a Sua existência para você

Mas você mesmo pode, por si, prová-Lo, em seu próprio ser

 

Minha ciência de que Deus existe está no fato de que eu falo com Ele todos os dias. Pode ser que você não consiga visualizar isso, mas dentro de mim está muito claro que Ele responde minhas orações. E isto, para mim, é a maior prova de que Ele existe. Somente alguém que conheça a Deus através de um relacionamento pessoal com Ele, pode perceber e sentir Sua amorável existência (1João 4:7-8).

Não pela por constatação de medidas, por métodos empírico-indutivos, hipotético dedutivos, ou quaisquer outros, mas pelo relacionamento experimental, é que se dá o conhecimento de um Ser tão sublime. E isso tem que ver com a nossa essência. Existe um vazio dentro de nós que só pode ser preenchido com um amor transcendentemente milagroso. E se você buscar preenchê-lo com outras coisas, provavelmente se machucará na experiência.

Até atuais pesquisadores acadêmicos admitem que “a atitude religiosa constitui um núcleo importante no modo de ser no mundo das pessoas.”[2] Sim, mesmo a ciência dita secular admite que a crença em Deus dá sentido à existência do ser humano, e que o contrário disso pode ser um caos. “Os antropólogos descreveram, muitas vezes, o que acontece a uma sociedade primitiva quando seus valores espirituais sofrem o impacto da civilização moderna. Sua gente perde o sentido da vida, sua organização social se desintegra e os próprios indivíduos entram em decadência moral.” [3]

Mas homens inteligentes como Norman Geisler [4], C.S. Lewis[5], Josh McDowel[6] e Antony Flew[7] organizaram produções criativas o suficiente para nos ajudar a entender que há um sentido maior que pode ser vivido por você. O amor de Deus pode lhe dar equilíbrio emocional e satisfazer toda a sede que você possa ter de amar e ser amado. E sabe qual é a única maneira de sentir-se seguro no amor de Deus e de crescer em relacionamento com Ele? É a comunhão pessoal. A experiência autêntica só é possível através da leitura da Bíblia, da oração, do louvor e do testemunho cristão.

Deus existe? Ele está vivo? Não é na carona da tradição que você vai dar-se por satisfeito diante de tais questionamentos. Ao analisarmos o fenômeno da religiosidade presente no homem contemporâneo, precisamos considerar que é importante saber se é o cristianismo que tem em si mesmo força de revelação para o cristão, ou se os atuais cristãos ficam apenas se “alimentando do legado da primeira comunidade, acreditando na autoridade e no depoimento dos outros”[8]. Deus precisa estar vivo em você, caso contrário você se perderá em dilemas que já fizeram tantos outros[9] tornarem-se joguetes nas questões que cambaleiam entre a vida e a morte.

Sabe, Deus deve estar precisando de alguém como você para mostrar aos outros seres humanos a arte de amar. E essa pode ser a sua oportunidade de fazer uma grande diferença no mundo. Apenas o amor pode despertar amor! Então, não fique esperando que outras pessoas tomem o primeiro passo. Ame! Tudo começa com uma pessoa: ame a Deus. Na sequência, compartilhe tal amor. E daí, você será o maior beneficiado, porque eu lhe garanto: nada pode ser mais recompensador do que compartilhar o amor de Jesus.

Há uma maneira de provarmos a existência de Deus para nós mesmos! É através da conexão descrita em João 15[10], que a vida divina segue sequência!

 

Referências bibliográficas:

[1] SILVA JR., Valdeci Gomes da. É possível provar que Deus existe. Poema disponível em http://www.nasaladopastor.com/2010/09/e-possivel-provar-que-deus-existe.html

[2] AQUINO, Thiago Antônio Avellar de et al . Atitude religiosa e sentido da vida: um estudo correlacional. Psicol. cienc. prof., Brasília , v. 29, n. 2, p. 228-243, jun. 2009 .   Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932009000200003&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 18 maio 2017. p. 242.

[3] JUNG, Carl G (org.). O homem e seus símbolos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1964, p. 94.

[4] GEISLER, Norman L.; TUREK, Frank. Não tenho fé suficiente para ser ateu. São Paulo, Editora Vida, 2006.

[5] LEWIS, C. S. Surpreendido pela alegria. São Paulo: Mundo Cristão, 1998.

[6] McDOWELL, Josh. Ele andou entre nós. São Paulo: Editora e Distribuidora Candeia, 1995.

[7] FLEW, Antony. Um ateu garante: Deus existe. São Paulo: Ediouro, 2008.

[8] OTTO, Rudolf. O sagrado: os aspectos irracionais na noção do divino e sua relação com o racional. Editora Sinodal, 2007, p. 195.

[9] ALVES, Rubem. Variações sobre a vida e a morte ou o feitiço erótico-herético da teologia. São Paulo: Loyola, 2005.

[10] WHITE, Ellen. O Desejado de todas as nações, Tatuí, São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, p. 674-678.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox