Notícias Adventistas

Rafael Rossi

Rafael Rossi

Em dia com o nosso tempo

Os fatos diários lidos a partir de um olhar teológico.

Os limites do mal

GRA229. PEDERNALES (ECUADOR) 17/04/2016.- Un habitante de Pedernales (Ecuador), afectado por el terremoto de 7,8 grados en la escala de Richter registrado el sábado en la costa norte de Ecuador, busca hoy 17 de abril de 2016, entre las casas destruidas y los escombros. Esta ciudad turística, un popular balneario de la costa ecuatoriana, es hoy el epicentro de una tragedia por la que al menos 77 personas murieron y 588 resultaron heridas. EFE/José Jácome

GRA229. PEDERNALES (ECUADOR) 17/04/2016.- Un habitante de Pedernales (Ecuador), afectado por el terremoto de 7,8 grados en la escala de Richter registrado el sábado en la costa norte de Ecuador, busca hoy 17 de abril de 2016, entre las casas destruidas y los escombros. Esta ciudad turística, un popular balneario de la costa ecuatoriana, es hoy el epicentro de una tragedia por la que al menos 77 personas murieron y 588 resultaron heridas. EFE/José Jácome

A Bíblia apresenta em suas primeiras páginas um mundo perfeito. Tudo estava em completa e plena harmonia e não havia nenhuma indicação de mal, dor, problemas ou tragédias. Um dia, o mal apareceu no mundo, quando, por exercício da livre escolha, os primeiros seres humanos criados escolheram que não queriam mais estar debaixo da vontade de Deus. Rebelaram-se e abriram as portas do mundo para que o inimigo de Deus fizesse tudo o que temos visto por aí.

Esses dias recebi um link para uma notícia que falava sobre um assalto no interior de São Paulo. O crime poderia passar como mais um dos que já estamos acostumados a ver e ouvir. Uma casa invadida, uma família aterrorizada, traumas físicos e psicológicos que perdurarão por semanas, meses ou até anos. Mas o crime não passou despercebido e o motivo lamentável. O crime foi planejado via WhatsApp pelas duas filhas do alvo do assalto que havia sacado R$200 mil e deixado em um fundo falso no guarda-roupas.

Na inexistência de um crime perfeito, alguns vestígios foram deixados pelo caminho e que levaram às mentoras do crime. Provavelmente perplexo é a palavra que mais consegue se aproximar de como me senti ao ler tal matéria. Relacionamentos que não se sustentam pela ganância do dinheiro. Filhas que planejam astuciosamente um meio de ganhar um dinheiro fácil com informações privilegiadas.

Dias depois, uma notícia passa a ocupar o noticiário nacional. Uma garota de 16 anos é estuprada em série por 33 homens. Um crime brutal, violento e que choca todas as pessoas. Até onde pode chegar a humanidade? O que mais é possível ser feito? Até onde pode chegar a maldade do ser humano?

São tantos indícios do mal no mundo que vamos ficando insensíveis. Grupos terroristas decaptam pessoas e publicam vídeos em mídias sociais. Ver essas imagens insensibiliza. No final, para alguns até parece comum. Há ditadores que matam e destroem para se manter no poder. Tragédias naturais evidenciam que as coisas não estão indo bem.

Algumas semanas atrás fui até a cidade de Pedernales, no Equador, epicentro de um terremoto que resultou na morte de mais de 700 pessoas. Nunca tinha estado em um lugar assim. Casas derrubadas, cheiro de morte pelas ruas, uma cidade desolada. Encontrei em uma rua deserta uma mulher com um cartaz nas mãos que dizia: “7.8 não destruirá o meu sonho”.

Um vídeo que fiz em Pedernales e foi publicado dia 30 de abril:


Por todos os lados encontrei objetos pessoais e era impossível não chorar. Conversei com uma senhora ajudada pela ADRA (Agência Adventista de Recursos Assistenciais) que perdeu a filha, a nora e dois netos no desabamento da sua casa. Não há dúvidas de que a humanidade está cada vez mais afundada nas tragédias.

O que virá depois? 

A mesma Bíblia que apresenta o começo do mal, trata do fim dele. Há uma esperança confundida com certeza de que um dia tudo será restaurado ao seu estado original. O mundo combalido e que sofre não está abandonado a sua própria sorte, mas Deus continua conduzindo tudo e todos. Enquanto esse dia não vem, cabe aos seres humanos experimentarem o poder transformador do Espírito Santo que é o fator impeditivo do caos não tomar conta de tudo.

Seres humanos impactados pela graça de Deus formam o contraponto do mal. São eles que irradiam pontos de luz no meio da dor e sofrimento. Seres humanos que relutam em seguir a correnteza de rebeldia do mundo e decidem nadar contra as tendências.

Creio, por experiência pessoal, que  o novo nascimento não é um processo mecânico e sem vida. O exercício da fé abala a estrutura moral do ser humano e modifica a sua velha natureza. A transformação que Deus proporciona não é superficial. Você pode ser quem nunca foi, vícios podem ser vencidos e uma nova vida se apresentará. Não são apenas palavras, mas há um poder real à disposição de quem quiser experimentar.

O mal não coexiste com o bem. Onde está Deus, não há trevas. Por mais poderosa que seja a influência do diabo, pessoas convertidas serão o mais eficaz meio para inundar o mundo com o amor do Senhor. É deixar o eu de lado e permitir que a vontade de Deus, expressa na Bíblia, seja a condutora das ações, planos e projetos. Converter é mudança radical no estilo de vida.

Você pode ser melhor. Você pode fazer melhor. Você pode alcançar o melhor. Há uma sequência bíblica que serve como resumo: creia em Deus, arrependa-se das escolhas equivocadas, confesse e deixe os pecados, decida obedecer a Deus em Sua vontade e permaneça com o Senhor até o fim. Esse caminho sempre será seguro.

 

A segurança que vem de Deus como diz 2 Crônicas ‪20:20.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox