Notícias Adventistas

Rafael Rossi

Rafael Rossi

Em dia com o nosso tempo

Os fatos diários lidos a partir de um olhar teológico.

Evangelismo em Casas de Swing

site_nem-tudo-vale_artigo_rafael_rossi

Alguns tentam aliviar o peso da carga encontrando formas de justificar o pecado.

Parece que não há limites para tentar conciliar espiritualidade e pecado. Essa é uma luta que todos os cristãos enfrentam, mas alguns tentam aliviar o peso da carga encontrando formas de justificar o pecado. Assim mantém-se a consciência tranquila de que pode andar com Deus e brincar com o pecado ao mesmo tempo.

O exagero da vez vem de um casal cristão que vive na Flórida, nos Estados Unidos. Eles defendem uma técnica de “evangelismo” – troca de casais. Christy e Dean Parave conheceram on-line há oito anos e começou a praticar troca de casais ou swing depois de serem abordados.

Na Bíblia, promiscuidade sexual está em conflito com crenças religiosas, mas para os Paraves, não, pois acreditam que podem usar seus relacionamentos sexuais extraconjugais para compartilhar o Evangelho.

Eles acreditam que agora têm uma oportunidade única de compartilhar sua fé com aqueles que de outra forma poderiam nunca ouvir falar de Jesus.  “Estou ficando com as pessoas que provavelmente nunca sequer visitariam uma igreja”, afirma Dean.

“Deus não vai colocar um leão com um bando de elefantes, então o que ele vai fazer? Ele vai colocar uma swinger em um grupo de swingers para espalhar sua palavra. Simples assim”, defende Christy.

A conta no Twitter do casal revela uma mistura bizarra de recursos de swing, versículos bíblicos e links para músicas de adoração. Sem dúvida, é propósito do diabo perverter todas as boas coisas e o sexo é uma delas. Colocando uma capa de santidade na perversão quer assim provar que qualquer meio justifica um fim nobre, que neste caso é o compartilhar de Jesus a quem precisa.

É verdade que os cristãos estão no mundo para serem influenciadores e agentes de transformação na vida das pessoas, mas não podem abrir brechas para o envolvimento com o pecado na justificativa que estão fazendo aquilo para salvar as pessoas porque isso é cristianismo kamikaze.

Se você quer pecar saiba que isso é uma escolha sua e que pecado resulta em morte (Romanos 6:23). Agora, não peque dizendo que o faz em nome de Deus e do evangelho porque isso não foi o que Deus nos pediu.

Quando o barco está dentro do oceano, está tudo bem. O problema acontece quando o oceano está dentro do barco. Não tenha dúvidas de que hoje você faz as suas escolhas e amanhã as suas escolhas farão você.  Por isso, fique longe do pecado e não brinque com as tentações. Elas são muito perigosas!

O conselho sábio da Bíblia é o mesmo de sempre: “Crede no Senhor vosso Deus e estareis seguros”.  (2 Crônicas 20:20).

Veja a posição adventista sobre o casamento

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox