Notícias Adventistas

Neila Oliveira

Neila Oliveira

Geração Escolhida

Como preparar as crianças e adolescentes para o tempo do fim

Crianças contaminadas?

No dia 25 de julho de 2015, numa cerimônia privada, foi inaugurado um monumento em Detroit, no estado de Michigan (EUA), que chocou muita gente. Depois de ter anunciado em janeiro deste ano que a estátua estava sendo projetada, o Templo Satânico cumpriu a promessa. Trata-se da imagem de Bafomé, um ídolo pagão, cujo corpo é de homem, mas a cabeça e patas são de um bode, com barba e chifres. Entre os detalhes na estátua esculpida em bronze é possível ver o pentagrama na testa, além de outros símbolos ligados ao ocultismo, à bruxaria, à mitologia e ao satanismo.

De acordo com os idealizadores do projeto, a intenção é que essa estátua seja transferida para Oklahoma e seja colocada em frente ao monumento dos Dez Mandamentos, como uma forma de protesto para que as pessoas tenham a liberdade e o direito de escolher a quem desejam adorar. Na opinião deles, o Estado não deve interferir, nem manifestar preferências legais quanto à religião.

Não quero usar este espaço para dar mais publicidade ao tal monumento e nem discutir por que pessoas escolhem deliberadamente adorar a Satanás. A liberdade é um dos presentes de Deus, e somos responsáveis pelas escolhas que fazemos. Mas gostaria de chamar a atenção para um detalhe no monumento em questão.

Crianças

De frente para o ídolo estão duas crianças, um menino e uma menina, também esculpidas em bronze, em posição de contemplação e admiração. A explicação dada pelo porta-voz do Templo Satânico, Lucien Greaves (que antes atendia pelo nome de Doug Mesner), foi a seguinte: “Esperamos que as crianças vejam nossa estátua como uma bela obra de arte; não há nada a temer.” Então, ele completou dizendo que não estão doutrinando crianças, e se elas não tiverem sido “contaminadas pela propaganda negativa” não considerarão a imagem assustadora. Lucien também enfatizou a “finalidade funcional” da estátua, ao fornecer um lugar em que “as pessoas de todas as idades poderão sentar-se no colo de Satanás para a inspiração e contemplação“.

Como assim? Promover algo dessa natureza já não é um tipo de doutrinação? Observe a verdadeira mensagem por trás da defesa. “Se elas não tiverem sido contaminadas pela propaganda negativa…” Ou seja, se elas não receberem a orientação correta a respeito de quem aquela figura representa, elas não precisarão sentir medo. Dá para perceber onde está a distorção?

A adoração é a questão

Você sabia que uma das bandeiras defendidas por esse grupo é de que o conhecimento leva à sabedoria? E um de seus sete princípios é que “o espírito de compaixão, sabedoria e justiça deve prevalecer sempre sobre a palavra escrita ou falada”. Tanto que eles não se constrangeram em afirmar que o objetivo desse monumento é servir “como um farol pedindo compaixão e empatia entre todas as criaturas vivas”. Mas como eles querem implantar esses conceitos? Confrontando e atacando a lei de Deus? Não se esqueça de que a lei de Deus é um reflexo do Seu caráter.

Porque deseja receber a adoração que pertence a Deus, a estratégia do inimigo continua sendo atribuir a Ele suas próprias características malignas e reivindicar para si as características do Criador.

Precisamos estar alertas. O fato de não estarmos nos curvando diante de uma estátua visível, de bronze, não significa que estamos livres do perigo de prestar adoração a um falso deus.

Leia também:

Sobre adoração infantil é possível pesquisar outros materiais nesse link.

A mensagem de Elias

A escritora Ellen White menciona o significado especial que a história de Elias tem para nós hoje. Veja sua declaração: “Vivemos em uma era de idolatria idêntica à que Elias viveu. Mesmo sem nenhum altar visível aos nossos olhos, milhares estão seguindo os deuses deste mundo. […] Muitos, mesmo entre os que se dizem cristãos, têm se unido a influências que são totalmente contrárias a Deus e a Sua verdade. […] Vemos um espírito que idolatra a sabedoria humana e a coloca acima da revelação divina. As pessoas parecem ter perdido a capacidade de identificar a diferença entre a luz e as trevas, a verdade e o erro. Acreditam que as opiniões de uns poucos que se dizem filósofos são mais confiáveis do que as verdades da Bíblia. […] Deus estabeleceu setas indicativas para orientar os viajantes deste mundo. A seta da obediência voluntária ao Criador aponta para o caminho da vida, enquanto a seta da desobediência indica o caminho para a morte. Entretanto, para a desgraça da nossa raça, o grande inimigo de todo bem inverteu a posição das setas indicativas, e multidões têm sido enganadas para seguir o caminho errado” (Os Ungidos [nova versão de Profetas e Reis, em preparo], p. 80, 81).

Uma estratégia está em andamento para diminuir a importância da lei de Deus e não estou me referindo apenas ao desprezo mostrado por um grupo que se coloca abertamente do lado do adversário. Se não fizermos nossa parte na obra de restauração da verdadeira imagem do Criador entre as crianças, adolescentes e jovens, aí sim eles serão “contaminados” com o fruto proibido da desconfiança oferecido em diferentes e variadas versões.

A Bíblia nos alerta e nos chama para despertar: “Vejam, Eu enviarei a vocês o profeta Elias antes do grande e temível dia do Senhor. Ele fará com que os corações dos pais se voltem para seus filhos, e os corações dos filhos para seus pais; do contrário, Eu virei e castigarei a Terra com maldição” (Ml 4:5, 6).

Essa obra de reforma e restauração precisa começar agora, para que as setas continuem apontando para Aquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida – o único que merece nossa adoração.

Para Tornar Visíveis as Setas Indicadoras:

  • Leia Êxodo 20:1-20. Preste atenção à mensagem positiva da lei de Deus. Os Dez Mandamentos não são um conjunto de regras que nos privam de nossa liberdade. Eles oferecem segurança. Os limites existem para proteger do perigo.
  • O livro Patriarcas e Profetas, no capítulo 29, apresenta a razão de Satanás odiar tanto a lei de Deus e revela suas estratégias ao atacar cada um dos mandamentos. Essa é uma leitura importante para compreender por que a lei está no centro da questão. O texto também está disponível na internet. Basta pesquisar em https://egwwritings.org/. A Casa Publicadora Brasileira lançou uma versão na Linguagem de Hoje desse livro, com o título Os Escolhidos, para acompanhar o guia de estudo dos adolescentes. Disponível em https://www.cpb.com.br/.
  • A mentira não resiste à verdade. E a verdade está na Palavra de Deus. Tome tempo, com sua família, para ler diariamente a Bíblia. Uma ótima sugestão é seguir o programa de estudo “Reavivados por Sua Palavra” (http://www.revivalandreformation.org/). Outra opção é ouvir a leitura da Bíblia por meio do aplicativo YouVersion.

Outros materiais interessantes sobre as boas conexões que adolescentes podem fazer na sua vida espiritual estão aqui.

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox