Notícias Adventistas

Márcia Ebinger

Márcia Ebinger

Desafios em Família

Os dilemas da família moderna e como superá-los.

Expectativas frustradas

site-violencia-infantil_sinonimo

Sim, o amor está esfriando, por isso vamos nos aproximar de Deus, a única fonte de amor

Essa é realmente uma história que contraria todas as expectativas. Analise os personagens desse relato:

Personagem 1 – Ele é um simples garoto de 11 anos.
O que se espera de um garoto de 11 anos? Uma rotina infantil básica: escola, tarefas, brincar, comer direitinho, dormir em uma cama quentinha e receber amor dos seus cuidadores.

Personagem 2 – O pai é um médico.
O que se espera de um médico? Amor pelo ser humano no momento em que ele se encontra fragilizado fisicamente ou psicologicamente.

Personagem 3 – A madrasta é uma enfermeira.
O que se espera de um enfermeiro? Interesse em aliviar a dor do próximo com um atendimento que envolve humanidade, dedicação, respeito, compreensão e carinho.

Personagem 4 – A amiga da madrasta é uma assistente social.
O que se espera de um assistente social? Ele defende os direitos sociais e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Preocupa-se com as necessidades dos outros.

A vida nos revela surpresas mesmo. Nem tudo e nem todos são como “se esperam” que sejam.

O menino Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, nosso personagem número 1, ainda cedo perdeu a mãe, vítima de suicídio, segundo dizem. O pai, o médico Leandro Boldrini, personagem 2, casou novamente, agora com a enfermeira Graciele Ugulini, personagem número 3.

Pai e madrasta, junto com uma amiga, a assistente social Edelvânia Wirganovicz, personagem 4, realizaram um crime bárbaro, segundo indicam investigações policiais ainda não concluídas. Os três estão sendo responsabilizados pela morte do menino Bernardo, cujo corpo foi encontrado em um matagal na cidade de Frederico Westphalen (a 447 km de Porto Alegre -RS). Exames indicam que o menino foi vítima de uma dose letal de analgésico.

Recentemente novas informações chocaram ainda mais a opinião pública. Vários vídeos foram apresentados pela imprensa mostrando um lar turbulento, uma rotina de crueldade, brigas, ameaças, gritos de socorro, remédios, calmantes, facas e a fisionomia de uma criança acuada, vivendo um nível de estresse altíssimo com olhos arregalados, marejados de lágrimas e atitudes desesperadas.

A Bíblia nos alerta, em Mateus 24:12, falando sobre os dias finais da história desse mundo que “por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos”. Não tenho dúvidas de que estamos vendo o cumprimento dessa profecia. Quem seria capaz de imaginar, em seus mais incríveis pensamentos e devaneios sobre a maldade humana, que um pai, um médico, com uma enfermeira e uma assistente social, profissionais que foram preparados para socorrer e ajudar pessoas, juntariam-se para cometer um crime bárbaro com uma criança indefesa de 11 anos?

Se suas expectativas com relação ao ser humano e com relação ao que ele é capaz de fazer estão sendo frustradas, não desanime. Há uma saída, uma única saída. Se a Bíblia nos diz, em I João 4:8, que “aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor”, será que não estamos precisando buscar mais a Deus? Sim, o amor está esfriando, e se não nos aproximarmos individualmente e diariamente da única fonte de amor, lamento informar, mas o amor se esfriará ainda mais e dias piores virão.

Assista o vídeo: http://adv.st/1usJ3fl

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox