Notícias Adventistas

Karyne Correia

Karyne Correia

Mente Saudável

Os cuidados para se ter uma vida mentalmente saudável.

Controle sua raiva

Recentemente foi noticiado um caso de agressão no trânsito da cidade de São Paulo. Um motorista furioso agrediu verbalmente e fisicamente outra motorista (além de danificar o veículo dela). Sem nenhuma razão aparente, até porque no momento da agressão o sinal estava fechado e a motorista não tinha como dar passagem a ele, uma situação totalmente desagradável se instalou e o dia daquelas pessoas tomou um rumo indesejado.

Cada dia nos deparamos com pessoas cheias de raiva no trânsito. Buzinas, faróis, sinais com as mãos… vários são os recursos utilizados para expressar a impaciência e a pressa. Mas, por que as pessoas andam tão irritadiças no trânsito? Bem, não é só no trânsito que as pessoas costumam estar irritadas. Você encontra pessoas irritadas em filas de banco, em lojas de telefonia móvel, em pizzarias, e até mesmo na Igreja. Basta que algo não ocorra como desejado, e a pessoa avalie a situação como injusta ou como uma afronta, para que ela sinta sentimentos ruins, incluindo a raiva. No caso do trânsito ainda temos o fato de, em cidades como São Paulo, ele ser um verdadeiro caos. Uma vez que você esteja no trânsito e ele não flua com você deseja, não há o que fazer. O motorista não tem o controle dos demais carros, nem dos semáforos, muito menos sobre os minutos e as horas que se vão. Essa falta de controle, para alguns, já é um pano de fundo para sentir-se irado a qualquer momento, sob qualquer situação que ocorra ali.

Vivemos na época do imediatismo e do stress. Queremos tudo imediatamente, como se todas as coisas pudessem ser resolvidas com um ou dois cliques. Além disso, vivemos sob ação constante do stress. Essa é a configuração atual de nossa sociedade, e é um bocado difícil estar livre dessa influência. Nesse contexto, estamos mais susceptíveis a termos emoções como a raiva. Contudo, o fato de sentirmos raiva não nos dá o direito de agirmos mal. Sentimentos não têm o poder de controlar nosso comportamento. Costumo dizer que somos seres racionais e, como tais, temos condições de agir com a razão e não sermos controlados por emoções e impulsos. A palavra de Deus já deixava claro isso que estou dizendo aqui: “Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.” Efésios 4:26. Podemos sentir raiva, mas não podemos pecar sob a ação da raiva.

Como ter controle diante desta emoção? A primeira coisa que precisamos entender é que a raiva é um produto da forma como interpretamos as circunstâncias. Se eu não quero ter problemas com esse sentimento, o ideal é trabalhar minha forma de ver a realidade. Ao invés de entender que o meu irmão está fazendo algo para me provocar, posso dar outra interpretação ao comportamento dele. Esse exercício de mudança de perspectiva deve ser constantemente praticado. Ganhamos muito, no que diz respeito à saúde mental, quando aprimoramos nossa perspectiva sobre as coisas. Se você não conseguiu impedir uma interpretação que produz raiva, então uma alternativa é lançar mão de algo que produza calma. Se você está no trânsito, carregue consigo boa música para ouvir no carro. Você pode pensar em versos bíblicos também, fazer um exercício de respiração (isso costuma ser relaxante) e até mesmo criar um diálogo interno para convencer-se de que não vale a pena irritar-se.

Se sois maltratados ou acusados injustamente, em vez de responder com raiva, repeti a vós mesmos as preciosas promessas:
“Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” Rom. 12:21.
“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nEle, e Ele tudo fará. E Ele fará sobressair a tua justiça como a luz; e o teu juízo, como o meio-dia.” Sal. 37:5 e 6.
“Nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.” Luc. 12:2.
“Fizeste com que os homens cavalgassem sobre a nossa cabeça; passamos pelo fogo e pela água; mas trouxeste-nos a um lugar de abundância.” Sal. 66:12.” Obreiros Evangélicos, p. 476.

*O link da notícia citada: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/11/mulher-e-agredida-durante-ataque-de-furia-de-motorista-em-sao-paulo.html

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox