Notícias Adventistas

Hildemar Santos

Hildemar Santos

Saúde e Espiritualidade

Como prevenir doenças e ter uma vida saudável.

Revertendo diabetes em 30 dias?

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Vivemos numa época interessante. O progresso industrial, a cultura moderna, o aumento do conhecimento em todas as áreas tudo isto é fantástico. Mas com todo este progresso, ironicamente, tem surgido uma epidemia de enfermidades crônicas as quais vem desafiando governos, líderes e médicos ao redor do mundo. Enfermidades como diabetes, pressão alta, doença cardíaca e câncer estão na pauta.

E parece que o sistema médico moderno não está capacitado para enfrentar essas epidemias. Infelizmente um sistema baseado em pílulas e atendimento rápido não vai conseguir bloquear as epidemias se não houver uma ação de causa para o efeito. O sistema ainda é baseado no diagnóstico de um micróbio patogênico e na prescrição de um antibiótico para destruir o mesmo. Quando se fala de diabetes, no entanto, não existe um micróbio, mas, mesmo assim, a prescrição do antibiótico ainda é indicada. Porém se fossem analisadas as causas – falta de exercício, dieta pobre em frutas, verduras e fibras, dieta rica em calorias vazias, e excesso de peso – o tratamento seria bem diferente e eficiente.

Solução do Facebook

E para piorar a situação, muitos profissionais têm se aproveitado para lançar livros e métodos para reverter estas doenças, como se fossem milagres ou coisa do outro mundo. Outro dia, recebi uma mensagem pela “Universidade do Facebook” sobre como reverter a obesidade e controlar a epidemia. O programa simplesmente consistia em usar uma pílula três vezes por dia composta de chá verde, bromelina (extrato do abacaxi), probióticos e uma erva medicinal. Com esta prescrição, a pessoa poderia modificar e perder peso mesmo comendo os alimentos “normais. ” A doutora que estava vendendo a fórmula apresentou três casos de sucesso com o mesmo e salientou que um frasco do remédio, se fosse considerado o valor real dos quatro princípios ativos, custaria mais de 300 dólares. “Mas não se preocupe! ” Dizia a especialista. “Você pode obter a mesma quantidade aqui e agora por apenas 49 dólares! ”

Também recebi uma mensagem da mesma “universidade” sobre um livro para reverter diabetes em 30 dias. Mas, neste caso, o autor foi mais esperto e não consegui saber o conteúdo do mesmo. Mas o autor apresentou vários casos de diabetes que foram revertidos miraculosamente com o seu método. O segredo não foi revelado, é claro, por “princípios” financeiros! E acabei de comprar um livro de um amigo meu, com o título Como reverter a pressão alta em 30 dias.

Vamos usar o nosso raciocínio aqui. Tudo o que aparece no Facebook deve ser posto à prova, assim como tudo na vida. Esses métodos podem até ter o seu valor porque foram desenvolvidos por médicos. Mas me parece que o esquema é semelhante à venda de produtos “farmacêuticos” usados pelos curandeiros do século 19 para a cura de todos os males. Mas meu argumento vai mais longe. Se sabemos quais são as causas das enfermidades modernas, a conclusão lógica seria desenvolver táticas de tratamento que incluam estas causas, não é mesmo?

De outra forma, vamos cair na mesma armadilha da medicina em geral. Ou seja, a pessoa engorda porque come mal e não faz exercício, mas o tratamento mais importante e uma pílula para controlar o apetite e outra para aumentar o metabolismo. Ou pior, uma cirurgia para cortar parte do estômago. Se a causa é a falta de exercício e a dieta inadequada, pílulas, por mais naturais e efetivas que sejam, não vão resolver o problema.  Assim o segredo de reverter diabetes em 30 dias, ou 20 ou 40, não é tão secreto assim e provavelmente já está no conhecimento geral da população.

Vamos fazer uma comparação. Um indivíduo foi acometido de pneumonia por uma bactéria chamada pneumococo. O médico fez o diagnóstico correto e identificou a causa. Baseado nesta causa escolheu o antibiótico mais específico para a tal bactéria. Mas ele resolve não usar o mesmo, ignorando o resultado da cultura bacteriana, e prescreve limonada para o doente. Parece piada não é mesmo? Mas simplesmente isso é o que vem acontecendo no mundo médico em relação a enfermidades como diabetes, pressão alta e doença cardíaca.

As doenças crônicas modernas são conhecidas, suas causas são claras, seu tratamento e reversão são relativamente fáceis, simples e baratos. Mas o foco está na medicação em um extremo e no suplemento vitamínico no outro. Por quê? Talvez porque é difícil mudar de hábitos. Talvez porque a cultura do país, ou os costumes da região, ou a tradição nos leve a consumir mais alimentos ricos e não é fácil mudar. Talvez estamos viciados nas pílulas e não conseguimos visualizar um tratamento que não as inclua.

Caminho é mudança

De qualquer forma, uma coisa deve ser dita, se quisermos prevenir as epidemias modernas. O caminho é por meio da mudança dos hábitos alimentares e físicos. O que deve ser feito é uma conscientização da população a nível individual e em grupo. E uma ação comunitária, abrangendo todos os setores da sociedade como os meios de comunicação, indústria alimentar, escolas, hospitais, igrejas e centros comunitários. Se estes setores foram ativados para a prevenção, a epidemia pode ser contida.

Vídeo mostra mudança de vida em médico adventista:

E falo isso porque ultimamente um dos fatores mais importantes na prevenção tem sido o de prover os recursos para a mesma nas comunidades. O segredo está em aumentar as oportunidades para o exercício físico na comunidade e o acesso a alimentos saudáveis como frutas, verduras, grãos integrais e feijões. E, para o indivíduo, a mesma formula é válida. Para reverter as doenças crônicas incluindo a diabetes, basta aumentar o consumo de frutas, verduras, grãos integrais e feijões e fazer exercício diário.

Um de nossos pacientes que tinha diabetes aplicou a fórmula. A prescrição era de consumir 40 gramas de fibra por dia e caminhar diariamente. Antes de iniciar o programa, ele estava tomando duas medicações para diabetes e injeções de insulina. Ao final de dois meses ele perdeu aproximadamente dez quilos de peso, mudou para uma medicação diária para diabetes e parou com a insulina. E sua experiência foi relativamente simples, pois começou a comer somente cereais integrais, feijão diariamente (uma xícara), pão com alto conteúdo de fibra e seis a oito porções de frutas e verduras por dia.

Verso para meditação:

“Meu povo perece por falta de conhecimento!” Oseias 4:6 Essa foi uma mensagem para o povo de Israel a centenas de anos no passado. Para nós hoje, talvez a mensagem não seria tanto por falta de conhecimento, mas por falta de ação!

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox