Notícias Adventistas

Hildemar Santos

Hildemar Santos

Saúde e Espiritualidade

Como prevenir doenças e ter uma vida saudável.

O melhor remédio para o estresse

Quem não está estressado hoje em dia? E o pior é que essa doença do momento ainda pode aumentar o risco de outras enfermidades como diabetes, pressão alta e ataques cardíacos. Muitos pesquisadores têm estudado o estresse, suas consequências e, principalmente, como neutralizá-lo. As teorias são muitas e há várias maneiras de ajudar as pessoas que estão sofrendo desse mal.

Um método que tem sido reconhecido como eficaz é prestar ajuda a outros. Um estudo realizado há mais de dez anos comprovou que indivíduos que assistiam um vídeo sobre Madre Teresa e seu trabalho entre os leprosos de Calcutá, na Índia, tinham melhor ação de seu sistema imunitário quando comparados com outro grupo que assistia filmes da segunda guerra mundial. O provável mecanismo funciona da seguinte forma: aqueles que observam o serviço missionário de alguém sentem um benefício mental que provoca uma reação que afeta o eixo hipotálamo-pituitária-medula adrenal (HPA Axis) diminuindo a secreção de cortisol e outros hormônios do estresse, os quais bloqueiam a ação do sistema imunitário. Em simples detalhes, assistir a vídeos com pessoas realizando serviço a outros produz alto relaxamento mental, ativa o eixo HPA, bloqueia os hormônios do estresse e ativa a ação do sistema imunitário.

Outro estudo mais recente confirmou o fato de que o auxílio ao próximo é benéfico contra o estresse. O estudo comparou pessoas que prestavam algum tipo de ajuda significante a outras pessoas durante o período de uma semana. Ao serem avaliadas as escalas de estresse, aqueles que praticavam mais serviço tinham menor nível de estresse.
O que ocorre é que muitas vezes estamos muito concentrados em nossos problemas durante o dia e a noite. Nossa autopreocupação se torna uma prioridade e não podemos conceber que haja outras pessoas que possam ter mais problemas que nós. Ao prestarmos auxílio a outras pessoas e ao focarmos nossa mente em ajudar alguém em necessidade, duas coisas acontecem. Primeiro tiramos o foco de nós mesmos e por algum tempo concentramos a atenção em algo diferente. Esta distração é benéfica para o controle do estresse.
Em segundo lugar, e que talvez seja mais importante, é observar que não somos apenas nós que temos problemas; todos têm problemas e, com frequência, piores que os nossos. Esta nova forma de ver a vida produz relaxamento e um senso de universalidade, ou seja, não sou apenas eu que tenho problemas ou “bem-vindo ao planeta Terra”.
Você comprou a ideia? Muito bem, se quiser, faça uma experiência. Faça um plano de ajudar alguém pelo menos uma vez por dia. Isto requer atenção, você terá que se comunicar com as pessoas, vizinhos, amigos, parentes, colegas de escola ou de trabalho, e perguntar a eles se eles necessitam de alguma ajuda – isto se, naturalmente, você não detectar alguém em necessidade durante o dia.
Faça o teste durante uma semana, e me conte o resultado. Eu vou fazer o mesmo!

Quem não está estressado hoje em dia? E o pior é que essa doença do momento ainda pode aumentar o risco de outras enfermidades como diabetes, pressão alta e ataques cardíacos. Muitos pesquisadores têm estudado o estresse, suas consequências e, principalmente, como neutralizá-lo. As teorias são muitas e há várias maneiras de ajudar as pessoas que estão sofrendo desse mal.

Um método que tem sido reconhecido como eficaz é prestar ajuda a outros. Um estudo realizado há mais de dez anos comprovou que indivíduos que assistiam um vídeo sobre Madre Teresa e seu trabalho entre os leprosos de Calcutá, na Índia, tinham melhor ação de seu sistema imunitário quando comparados com outro grupo que assistia filmes da segunda guerra mundial. O provável mecanismo funciona da seguinte forma: aqueles que observam o serviço missionário de alguém sentem um benefício mental que provoca uma reação que afeta o eixo hipotálamo-pituitária-medula adrenal (HPA Axis) diminuindo a secreção de cortisol e outros hormônios do estresse, os quais bloqueiam a ação do sistema imunitário. Em simples detalhes, assistir a vídeos com pessoas realizando serviço a outros produz alto relaxamento mental, ativa o eixo HPA, bloqueia os hormônios do estresse e ativa a ação do sistema imunitário.

Outro estudo mais recente confirmou o fato de que o auxílio ao próximo é benéfico contra o estresse. O estudo comparou pessoas que prestavam algum tipo de ajuda significante a outras pessoas durante o período de uma semana. Ao serem avaliadas as escalas de estresse, aqueles que praticavam mais serviço tinham menor nível de estresse.

O que ocorre é que muitas vezes estamos muito concentrados em nossos problemas durante o dia e a noite. Nossa autopreocupação se torna uma prioridade e não podemos conceber que haja outras pessoas que possam ter mais problemas que nós. Ao prestarmos auxílio a outras pessoas e ao focarmos nossa mente em ajudar alguém em necessidade, duas coisas acontecem. Primeiro tiramos o foco de nós mesmos e por algum tempo concentramos a atenção em algo diferente. Esta distração é benéfica para o controle do estresse.

Em segundo lugar, e que talvez seja mais importante, é observar que não somos apenas nós que temos problemas; todos têm problemas e, com frequência, piores que os nossos. Esta nova forma de ver a vida produz relaxamento e um senso de universalidade, ou seja, não sou apenas eu que tenho problemas ou “bem-vindo ao planeta Terra”.

Você comprou a ideia? Muito bem, se quiser, faça uma experiência. Faça um plano de ajudar alguém pelo menos uma vez por dia. Isto requer atenção, você terá que se comunicar com as pessoas, vizinhos, amigos, parentes, colegas de escola ou de trabalho, e perguntar a eles se eles necessitam de alguma ajuda – isto se, naturalmente, você não detectar alguém em necessidade durante o dia.
Faça o teste durante uma semana, e me conte o resultado. Eu vou fazer o mesmo!

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox