Notícias Adventistas

Geyvison Ludugério

Geyvison Ludugério

Fora da Caixa

Tudo o que você conhecia, conheça de novo. Inovação e Criatividade na prática.

Precisamos falar de inovação

precisamos-falar-de-inovacaoSim, precisamos. Isso é tão verdade que eu poderia parar o texto por aqui, e por mim já estaria ótimo, mas provavelmente você iria pensar: “esse cara é maluco?” E nunca mais iria voltar… melhor não.

Precisamos falar sobre as mudanças que vemos ao nosso redor que afetam diretamente o comportamento dos membros da igreja. Falar como o mundo mudou, nossos hábitos, as crianças e também a igreja. E deixar claro que quando digo “igreja”, me refiro a todos que fazem parte dela, dos líderes administrativos aos membros recém-batizados. Todos somos responsáveis em tornar a igreja mais relevante na sociedade.

Leia também:

Não faz muito tempo um jovem foi à sala onde trabalho para tirar algumas dúvidas e ajudá-lo a decidir qual carreira ele deveria seguir. Fiquei feliz com o interesse e me prontifiquei rapidamente a ajudá-lo. Logo fiz a pergunta: com que você gostaria de trabalhar? E sem pensar duas vezes ele me disse: Eu quero ter meu canal no YouTube e ganhar dinheiro jogando videogame. Sua cara deve ser a mesma da minha naquele momento, fiquei sem palavras.

Ele estava errado? Estava totalmente desorientado? Não, ele estava mais lúcido que muitos de nós. Segundo uma pesquisa da revista Forbes de 2015, o sueco Felix Kjellberg de 25 anos, dono do Canal PewDiePie faturou no ano passado cerca de 12 milhões de dólares. Fazendo o quê? Jogando videogame em seu canal no YouTube. O rapaz que entrou na minha sala é apenas um exemplo de como será a próxima geração da igreja, uma geração que tem todo o conhecimento ao seu alcance, com infinitas possibilidades e ferramentas criativas, mas que ao mesmo tempo não quer sair do quarto. Uma geração com milhões de seguidores, mas que nem se quer são convidados a passar a lição da Escola Sabatina.

Inovar ou Renovar?

Vamos imaginar uma casa com um cano furado. Ao escolher RENOVAR, pisos e paredes serão destruídos e o incômodo da poeira e barulho vão fazer com que as pessoas saiam de perto. Mas ao escolher INOVAR, o que era goteira pode virar uma fonte de irrigação para uma horta orgânica, ou pode cair em um recipiente para reutilização da água. Deu para entender? A inovação vem de dentro, é uma cultura, melhora e maximiza potências, resolve problemas antigos com soluções criativas e dinâmicas. A renovação destrói tudo que foi construído e começa do zero, mudando a identidade e até alguns alicerces.

Sejamos sinceros, nem todas as pessoas estão preparadas para essas e outras mudanças sociais. Por isso devemos falar de inovação. Especialistas em comunicação e gestão de pessoas dizem que um dos principais motivos do fracasso de algumas empresas é a falta de um diálogo interno, pessoas juntas fazendo perguntas e buscando melhorias em todos os processos e serviços. Sempre buscando uma atualização de conhecimento para fomentar a criação de ideias.

Veja o caso da Blockbuster, antiga rede de locadoras de filmes em fitas VHS e DVDs. Em 2011 ela foi vendida em um leilão de falência, fechando quase 9 mil lojas só nos Estados Unidos. A história poderia ser diferente se John Antioco, antigo CEO da rede tivesse aceitado ouvir a proposta para comprar a Netflix, na época, uma pequena empresa com uma ideia de disponibilizar filmes pela internet.  Hoje a Netflix vale 33 bilhões de dólares e tem mais de 50 milhões de usuários em 40 países. Não foi falta de dinheiro, foi falta de visão.

Inovação não é opcional. Hoje é a uma exigência para qualquer tipo de organização que quer fazer a diferença no mundo.

Na Bíblia temos vários exemplos de pessoas que inovaram para pregar. Quer alguém mais inovador que Jesus? Quebrou todos os paradigmas sociais, levou tudo isso até as piores consequências a fim de mostrar o real plano da redenção. Ao chamar os doze discípulos, Jesus não queria estar cercado do óbvio, muito pelo contrário. Chamou um grupo diversificado (Marcos 3:13-19), cheio de defeitos e problemas pessoais. Um grupo onde a missão era aprender o máximo que podia com o Mestre e depois espalhar as boas novas da salvação para o resto do mundo.

Este é o chamado para nós nos dias de hoje, fugir do óbvio, tentar novos caminhos, usar outras ferramentas de comunicação.  Descubra o seu papel nesse grupo de pessoas que procuram novas ideias criativas e inovadoras para expandir a mensagem do evangelho.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox