Notícias Adventistas

Emanuelle Sales

Emanuelle Sales

Imagem & Semelhança

Beleza e vestuário analisados segundo os critérios da Bíblia Sagrada em uma linguagem mais informal.

Quando andar mal vestido se torna um ruído na comunicação

modestia-simplicidade-discricao

Vestir-se de um jeito fora da realidade pode diminuir a credibilidade das pessoas em você.

Fico chocada ao ver como os cristãos são mostrados em alguns programas de TV. O crente parece uma caricatura humana, com destaque em um monte de características estranhas. Parece um alienígena brega, esquisito e alucinado, falando um monte de coisa sem noção. Deus não criou um povo para ser visto como ridículo e servir de piada para o mundo. Lembra que modéstia significa simplicidade? Já percebeu que algumas roupas, daquele tipo intitulado como “roupa-de-crente”, chama mais a atenção do que uma vestimenta moderna e de bom gosto? Algumas são tão “cheguei” que até fazem da pessoa um ponto de referência, tipo assim:
— Onde fica a padaria mais próxima?
—  Você vai reto e vira à direita, logo após aquela pessoa esquisita.

Decência, modéstia e bom senso são os pedidos de Deus para nossa aparência (I Timóteo 2:9). Você sabia que modéstia é o mesmo que simplicidade e discrição? É, o certo é não nos vestirmos de um jeito que chamemos a atenção para nós mesmos. Podemos concluir que ser relaxado e mal arrumado é uma forma de ignorar este princípio. Quase ninguém pensa por essa perspectiva, mas deveria. Cuidado ao se vestir de um jeito fora da realidade porque isto pode diminuir a credibilidade das pessoas em você. É muito mais fácil acreditar no que alguém bem arrumado tem a dizer do que em alguém com aparência relaxada, não é?

Certa noite, eu e minha irmã tivemos de viajar à cidade de São Paulo. Nossos pais ficaram preocupados, pois chegaríamos lá muito tarde, e ainda dependeríamos do transporte público. Ao chegarmos no destino, paramos num caixa eletrônico para sacar dinheiro. Ficamos receosas e com medo de um assalto, afinal era bem tarde. De repente, um homem muito mal vestido e com aparência estranha se aproximou da gente e disse:

— Aqui é muito perigoso nessa hora.
Levei um susto, pensando que tudo de ruim de temíamos estava para acontecer naquele momento.
— Mas fiquem tranquilas. Eu estou aqui para proteger vocês — concluiu o homem.

Por um lado nos sentimos aliviadas. “Ufa, é só um louco”, pensei. “Vamos, mana”, disse minha irmã, apressando os passos enquanto me puxava pela mão. Depois me questionei se aquele homem realmente tinha a intenção de nos proteger enquanto sacávamos o dinheiro, ou se era mesmo um marginal, como deduzimos. Será que o julgamos injustamente por sua aparência? Pode ser que sim. Mas em um mundo cheio de mentiras e maldades, essa é a realidade. Querendo ou não, a imagem ainda fala mais alto do que qualquer grito. Na dúvida, as pessoas se afastam. Por isso, como cristãos, é fundamental transmitirmos confiabilidade através de nossa imagem. Assim, nossas palavras ganham espaço e força.

Por relatos bíblicos, sabemos que Jesus andava bem vestido, pois precisava ser levado a sério ao pregar o evangelho. Por que você acha que, em sua crucificação, os soldados quiseram sortear sua túnica para ver quem ficava com ela? Foi uma disputa louca pela roupa de Jesus! Bom… Eles não acreditavam que Ele fosse mesmo o filho de Deus, por isso não queriam suas vestes como objeto de honra. Com certeza era uma peça bonita, por isso a desejavam tanto.

Eu me lembro de ouvir uma história interessante sobre “a igreja das pessoas bonitas”. Certo culto, o pastor contou de uma pessoa que havia sido batizada recentemente. Ela deu seu testemunho, dizendo que algo que atraiu sua atenção foi a elegância dos membros da igreja, os quais ela sempre observava do quintal de sua casa. Ao seu ver, algo muito importante devia acontecer naquele lugar, já que todos se vestiam tão bem para entrar nele. Curiosa, foi assistir a um programa. O fim da história você já sabe.

Claro que nosso foco de vida não é ser elegante e bem arrumado, mas, para realizar uma missão tão grande, é preciso ficar atento em todos os detalhes. Costumamos dizer que nosso lar não é aqui, mas devemos nos lembrar que também não somos de Marte. Saiba que, para ouvirem nossas palavras, analisarão primeiro nossa imagem.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox