Notícias Adventistas

Emanuelle Sales

Emanuelle Sales

Imagem & Semelhança

Beleza e vestuário analisados segundo os critérios da Bíblia Sagrada em uma linguagem mais informal.

Conselhos para cristãos que postam selfies sensuais

Se tem um tema que sempre me pedem para abordar é o tal selfie sensual. O interessante é que associamos essa atitude ao público jovem, mas faz tempo que isso deixou de ser uma realidade exclusiva dos “novinhos”. Já perdi as contas de quantas mães e pais de família apareceram de forma reveladora e provocativa em meu feed. Esse assunto gera um leque de pautas que dão o que falar, mais ainda se relacionarmos fotografias sedutoras ao público cristão (ou melhor dizendo, crente). Por mais que isso soe incoerente, é um fato mais explícito que a própria exposição da sensualidade.

Afinal, por que até mesmo crentes postam selfies sensuais? Respondi esta questão em outro artigo na minha coluna. Dê uma olhadinha aqui.

Por mais comuns e populares que sejam os cliques sensuais, vale lembrar que a Bíblia nos incentiva a ter um estilo de vida fora do clichê. “Não vivam como as pessoas deste mundo” (Romanos 12:2). Este é o conselho de Deus para todo cristão. Ainda que todos exibam sensualidade na rede, para que imitar padrões assim? Deus nos criou para ser luz, e não sombra. Valorize seu domínio-próprio e sua autenticidade. Tenha consciência de que nem tudo que é comum é conveniente. Como já falei no outro artigo, não é só porque você caiu na rede (virtual) que tem de ser peixe. Você não precisa se entregar tanto. Você não precisa mostrar tanto. Exposição em excesso vai tornar você um artigo público e não um ser humano exclusivo.

Hoje também quero refletir com vocês a respeito das emoções pessoais por trás dos cliques reveladores. Costumamos acreditar que as pessoas que exibem excessivamente seus corpos desfrutam de uma autoestima maravilhosamente estruturada. Que ilusão! “Nem tudo que reluz é ouro”, já dizia minha avó. Sempre desconfie de atitudes de reafirmação. A psicologia alerta que quem vive reafirmando suas qualidades anseia a aprovação dos outros para, assim, provar a si mesmo que realmente é aquilo que tanto idealiza ser. A exposição da sensualidade se encaixa perfeitamente nesse triste quadro.

A fronteira entre autoestima e afirmação é tênue. Em situação de demasia ou de falta, o amor-próprio pode causar esse excesso de auto demonstração. Para equilibrar esse sentimento, inicialmente, reserve algum tempo para conhecer mais sobre si mesmo: quais as sensações que lhe tomam quando publica uma selfie? A partir desses levantamentos, conseguirá compreender por qual motivo, essas fotos são tão importantes. (Allan Basso, Sociedade Brasileira de Coaching)

Cada indivíduo investe no seu marketing pessoal da forma que preferir. Cada um planeja a ideia que quer passar de si, dentro e fora da rede. Somos seres dotados de inteligência e temos o poder de criar a nossa marca. Nenhuma atitude é por acaso, nem mesmo a escolha das fotos para se postar nas redes sociais. Ninguém publica um clique sensual por ingenuidade, como: “Ops, sem querer mostrei demais meus seios, mas meu objetivo é que você medite no salmo da legenda”. Não caia nessa! Se você é do tipo de pessoa que publica fotos reveladoras, não se engane quanto às suas intenções.

Analise com sinceridade seu coração. Remova as máscaras e examine os seus pensamentos. “O Senhor deu aos seres humanos inteligência e consciência; ninguém pode se esconder de si mesmo” (Provérbios 20:27). Conheça o canal oficial da Bonita Adventista.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox