Notícias Adventistas

Carolyn Azo

Carolyn Azo

Desafios Espirituais

Reflita sobre as vicissitudes da vida em sua caminhada diária com Deus e saiba que ainda existe esperança.

A um passo da vitória

Uma noite cheia de estrelas se converte em pesadelo. Ali estou correndo e escapando dos meus captores. Dezenas de corpos cujos rostos eu não consegui reconhecer, mas sabia com quem estava lutando e de quem fugia. A noite era escura, e suas vozes me afligiam. Todos queriam tomar meus braços e pernas para não me deixar ir, mas não podia dar-me por vencida nem descansar por um segundo, porque me pegariam. Em minha mente escutava duas vozes. Uma me persuadia a fugir e a outra a não fugir. Corria e me abria passo entre as pessoas, eu tropeçava e voltava a me levantar. Minhas forças iam se perdendo, mas uma e outra vez as retomava.

Quando pensei que havia sido apressada, consegui chegar a uma atmosfera diferente. De repente, fui recebido por dois anjos que desenhavam em seus rostos alegria transbordante e gestos de vitória, que me animaram a continuar sem olhar para trás.  Eles me disseram que estavam comigo e que nunca me deixariam. Também me deram a grande notícia de que faltava pouco para chegar à meta. Sim, muito pouco para estar a salvo nos braços de Jesus e viver para sempre com Ele, em um lugar onde não existirá mais desespero, somente paz e felicidade. Aquelas palavras calaram fundo em mim.

Com as forças retomadas, coloquei- me de pé, olhei para cima e disse para mim: Jesus, não mudaria um segundo contigo, por uma vida inteira sem Ti. Quero viver ao Teu lado para sempre. Por favor, ajuda-me! Dá-me forças para continuar.

Abri meus olhos e voltei ao mundo real. Ali estava, outra vez, entre a quietude da manhã e a voz de minha irmã que em pouco sairia para suas atividades.

A famosa escritora Ellen G. White disse o seguinte: “Se pudessem ser abertos os nossos olhos, veríamos os anjos de Deus ao nosso redor; os anjos maus aqui estão também, tentando destruir-nos, mas os anjos bons os afastam para trás” (Cristo Triunfante, p. 89).

Desde então, não deixo de pensar no que seria de mim se houvesse sido feita prisioneira por aqueles seres. Talvez tivesse estado à beira da morte espiritual.

Este sonho me ajudou a fortalecer a minha decisão sobre de que lado eu quero estar. De que lado você está? Ou pior ainda, você está prisioneiro (a)? Se você sente que está, não fique lá. Só de mencionar o nome de Jesus e suplicar Sua ajuda, Ele virá imediatamente para socorrer você. Mas há uma coisa que Ele não pode fazer: obrigá-lo(a). Você decide se fica entre aqueles seres do mal (submerso/a no pecado) ou se segue a Jesus, onde você verá o que olho não viu nem ouvido ouviu. Decida hoje a quem seguir!

“Caso nos fossem abertos os olhos para ver os anjos maus em atuação junto dos que se sentem à vontade e se consideram seguros, não nos sentiríamos tão em segurança. Os anjos maus estão em nosso encalço a cada momento. Da parte dos homens ímpios esperamos prontidão para agir segundo as sugestões de Satanás; mas, quando temos o espírito desapercebido contra seus invisíveis agentes, eles ocupam novo território, e realizam maravilhas e milagres a nossa vista. Estamos nós preparados para resistir-lhes pela Palavra de Deus, a única arma com que podemos ser bem-sucedidos?” (Conselhos para a Igreja, p. 341)

A resposta que você e eu devemos dar para a pergunta encontra-se em Efésios 6:12-18: “Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.

Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.

Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; e calçados os pés na preparação do evangelho da paz;

Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.

Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos”.

Portanto, o imperativo de Deus para hoje é: “Tomai toda a armadura… para que possais resistir no dia mau…”, porque a vitória só é segura com Jesus.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox