Notícias Adventistas

Carlos Magalhães

Carlos Magalhães

Igreja Conectada

Coluna fala sobre como levar a mensagem de Cristo ao maior número possível de pessoas com tecnologia digital e os recursos presentes no universo web.

O dízimo das redes sociais

Thumb up down voting buttons

O dízimo é uma forma de demonstrar nosso reconhecimento e gratidão a Deus

Esse título pode parecer um pouco diferente, mas é um conceito muito interessante. Eu o ouvi pela primeira vez de uma jovem enquanto ela me convidava para uma palestra sobre internet num culto jovem.  Não sei se é criação dela, mas achei tão interessante que pedi permissão para compartilhar a ideia.

Como funciona?

Primeiro, é importante lembrar que o dízimo é uma forma de demonstrar nosso reconhecimento e gratidão a Deus que nos dá tudo o que temos (“Tudo vem de ti, e nós apenas te demos o que vem das tuas mãos”. 1 Crônicas 29:14).  E que separamos uma parte do que recebemos para ajudar a causa de Deus nesta Terra. Semelhantemente, no dízimo das redes sociais você acredita que esse meio de comunicação também é um privilégio dado por Deus e que devemos usá-lo para sua glória. Por isso, de tudo que colocamos nas redes sociais, uma parte devemos dedicar para coisas espirituais que ajudem outras pessoas a conhecerem mais sobre Deus.

Como calcular?

Não é fácil calcular 10 por cento de vídeos, imagens ou textos. Então, como esse é um conceito adaptado, pensei em combiná-lo com algo que já conhecemos. Vamos dizer que o dízimo das redes sociais seria separar o primeiro “post” ou conteúdo de cada dia. O nome dessa sugestão é: “Primeiro Deus”.  Logo após você ter seu momento diário de comunhão com Deus, compartilhe com seus amigos, em suas próprias palavras, o que aprendeu ou sentiu Deus falando com você.

Nada impede que você crie seu próprio formato. Analise se o melhor para você é separar um post todos os dias, ou separar um dia da semana ou do mês para compartilhar apenas conteúdos bíblicos e espirituais. O importante é que você crie uma rotina e que seus amigos sejam abençoados com um pouco do muito que Deus te dá por conhecer o evangelho (“…cada um de vós, segundo o dom que recebeu, comunicando-o uns aos outros, como bons despenseiros das várias graças de Deus”. 1 Pedro 4:10).

O que dizimar?

Aqui vão algumas sugestões do que compartilhar:

–     Crie seu próprio conteúdo – existem vários aplicativos e sites que ajudam a criar imagens e vídeos bem bonitos. Depois você só precisa escolher o texto, que também pode ser um verso da Bíblia.

–     Compartilhe algum conteúdo pronto – algo feito por amigos ou encontrado nos sites e redes sociais da igreja.

–     Dedique um tempo para ensinar a Bíblia – sites como o Biblia.com.br dão oportunidade para quem deseja orar ou dar estudos bíblicos pela internet. Você escolhe quantas pessoas deseja atender e o assunto que tem mais familiaridade. Faça um teste.

–     Participe de uma campanha – Em maio, a Igreja realiza a maior campanha do mundo de incentivo à leitura. Anualmente um livro é escolhido e milhões são distribuídos de casa em casa. Na internet podemos fazer o mesmo: enviar um convite para que os amigos baixem e leiam o livro no formato digital. O endereço este ano é:  livro.esperanca.com.br.

Concluindo, obviamente o dízimo das redes sociais não é uma doutrina bíblica, mas quem sabe, podemos aplicar esse conceito como mais uma forma de demonstrar nossa gratidão a Deus. Também pode servir de incentivo para outros usarem as redes sociais com objetivo de compartilhar esperança e salvação, de forma sistemática e regular.

Creio que assim como nossa fidelidade financeira resulta em bênçãos, a nossa fidelidade nas redes sociais também nos trará várias alegrias.

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.

E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos.

E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos”. Malaquias 3:8-12

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox