Notícias Adventistas

Carlos Magalhães

Carlos Magalhães

Igreja Conectada

Coluna fala sobre como levar a mensagem de Cristo ao maior número possível de pessoas com tecnologia digital e os recursos presentes no universo web.

Facebook muda algoritmo e o que muda para a sua Igreja

facebook

Recentemente o Facebook anunciou mais uma modificação no algoritmo. Dessa vez o objetivo foi fazer com que apareçam na timeline dos usuários apenas as postagens que mais interessam. Isso quer dizer que, se alguém tem muitos contatos, passará a receber conteúdo apenas daqueles com quem interage com mais frequência. Por exemplo, ainda que um post tenha recebido muitas curtidas, você só o receberá se ele for postado ou compartilhado por um amigo ou familiar que está sempre em contato com você. As curtidas passam a ter menos valor e os relacionamentos, mais.

Do ponto de vista do usuário comum essas novidades são boas, mas para aqueles que administram páginas isso será uma grande dor de cabeça. O Facebook já admitiu que o alcance das páginas pode diminuir ainda mais. Se por um lado o Facebook está priorizando o conteúdo de amigos para manter os usuários por mais tempo na rede social, por outro está quase obrigando as empresas e entidades a pagarem para que seu conteúdo seja visto.

O que tem isso a ver com a Igreja?

O Facebook tem oferecido uma grande oportunidade para compartilhar o evangelho com mais pessoas. Muitas organizações e membros têm usado essa rede social como ministério de ajuda e esperança para quem precisa. Todavia, essas mudanças significam que estaremos alcançando cada vez menos pessoas, caso não ajustemos a estratégia. Então aqui seguem algumas dicas de como usar o Facebook daqui para frente ou até a próxima alteração do algoritmo.

Dicas:

  1. Diversifique seus esforços. Está cada vez mais claro que não podemos depender apenas de uma rede social. É preciso encontrar formas de usar outras redes respeitando as suas características e o perfil dos usuários.
  2. Seja mais amigo das pessoas. A amizade e o relacionamento são as moedas mais valiosas nesse momento no Facebook. Mostre interesse pelas pessoas, respondendo mensagens, comentários e interagindo com elas. Faça um esforço para manter esse vínculo. Do contrário você precisará gastar mais em publicidade.
  3. Conheça e seja relevante para sua audiência. Antes de postar ou compartilhar algo, analise se sua audiência tem interesse naquele tipo de conteúdo ou formato.
  4. Incentive os comentários. Não tente forçar as pessoas a aceitarem seu ponto de vista. Ofereça a elas a oportunidade de expressar o que pensam. Procure sempre incentivar a discussão saudável. Por exemplo, se você tem um conteúdo explicando a volta de Jesus, pergunte ao leitor o que pensa sobre isso. Se ele concorda ou não. Continue a discussão do tema nos comentários.
  5. Motive o compartilhamento. Se for possível, fora das redes sociais, motive as pessoas a compartilharem seu conteúdo.  Por exemplo, fale pessoalmente com os irmãos para comentarem e/ou compartilharem os conteúdos da página da sua Igreja ou ministério.

Concluindo, o evangelho permanece inalterado, mas a forma de comunicá-lo vai sendo ajustada a medida em que a humanidade cria outras maneiras de se relacionar.

“Olhai, portanto, cuidadosamente como andais, não como insipientes, mas como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus”. Efésios 5:15,16

Veja, no vídeo abaixo, como continuar a ver as notícias e novidades da página oficial da Igreja Adventista:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox