Notícias Adventistas

Ana Paula Ramos

Ana Paula Ramos

Missão e Voluntariado

Até onde vão pessoas que se colocam nas mãos de Deus para servir na missão de pregar o evangelho.

A fé que move montanhas e missionários 

Foto: Shutterstock

Desde pequena, quando o assunto é “fé” a parte mais famosa do verso 20 de Mateus 17 me vem à mente: “se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá.” Que poder! Se você é parecido comigo, já olhou para uma montanha e imaginou como seria movê-la pela fé.

Aparentemente, o verso bíblico chama a atenção para o lado fraco dessa relação. Dizer que os discípulos (nós) temos uma fé pequena e, em seguida, afirmar que, se ela fosse minúscula como a semente, realizaríamos milagres, foi um jeito poético de dizer que, na verdade, não temos fé nenhuma. Difícil olhar para esta comparação e não se frustrar. Nos sentimos tão distantes do mínimo aceitável. Afinal, nunca consegui mover uma montanha pela minha fé.

Quero lhe pedir voltar a pensar como uma criança. Imagine as montanhas se movendo mesmo. Esse é o ponto principal ao falarmos de fé naquEle que tem poder sobre todas as coisas. Jesus está falando da grandiosidade do poder que Ele tem e deixa a nossa disposição. Basta termos uma pontinha de fé e Ele fará maravilhas através de nós. Simples de apresentar, extremamente desafiador viver. Nessa “pontinha” de fé também se encaixa a ordem: “deixe para trás tudo o que tens e segue-me”. Para um pescador, sem muitos bens, talvez seria desonrar e abandonar os pais e os negócios que mantém a família. Para um jovem rico, abrir mão das muitas posses, prestígio, estabilidade econômica.

Quando começamos a achar a jornada da fé complicada demais, Jesus faz outra comparação para nos ajudar. Ele nos pede para sermos como os pequeninos, não somente na pureza de coração, mas na capacidade de entregar-se ao outro, de confiar e depender plenamente de alguém. O quanto perdemos por deixarmos de confiar no Pai de olhos fechados a ponto de nos jogarmos do galho mais alto, quando Ele diz “confie, eu vou te segurar.” Faz quanto tempo que você não dá um passo de fé?

Temos refletindo sobre as características de uma pessoa que faz a diferença no mundo, o que traduzimos para “um missionário”. Atitude, fé e estrutura foram três aspectos que decidimos destacar. Desenvolver a fé Deus é um grande passo para mover as montanhas de dúvidas, questionamentos, insegurança, incertezas e tudo mais que se põe em nosso caminho quando decidimos servi-lo como missionários.

Reconhecer que somos pequenos, assim como nossa fé, nos coloca em posição de humildade. Precisamos exercitar nossa dependência total naquEle que moverá a montanha por nós. A partir da minúscula porção de fé genuína, se cumprirá a promessa que também faz parte do mesmo verso de Mateus: “Nada será impossível para vocês.” (17:20). A fé em Deus é um dom precioso que devemos buscar diariamente. É pelos olhos da fé que enxergaremos os caminhos que Deus quer que trilhamos. Você pode ter decidido ser um missionário, você pode ter muitos talentos e dons para o serviço, sua vida pode ter sido planejada para isso. Pelos olhos da fé, posso garantir que Deus não precisa de nada disso para te usar. Ele quer que em primeiro lugar você tenha fé nEle.

Sem fé, é impossível realizar o trabalho de Deus. Essa é a forma mais legítima de reconhecer a soberania de nosso Deus, testemunhar de sua existência e propósitos eternos. Decida viver pela fé e você verá montanhas e mares se moverem sob seus pés para honra e glória de Deus e o cumprimento de Sua Palavra.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox