Notícias Adventistas

Desbravadores colaboram com vacinação antirrábica em Natal

Meta era atender 93 mil animais na capital do Rio Grande do Norte.

Desbravadores ajudam na vacinação antirrábica em Natal.

Natal, RN… [ASN] A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal promoveu, no dia 14 de setembro, a campanha de vacinação antirrábica. Para isso, contou com a colaboração e parceria de 900 profissionais, entre vacinadores, técnicos, veterinários, biólogos, Marinha, Polícia Militar, Exército e 10 Clubes de Desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). A meta era vacinar mais de 93 mil animais nos cinco distritos sanitários da capital potiguar.

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), localizado na Zona Norte da cidade, objetiva aumentar a cobertura vacinal de cães e gatos contra a doença. Fóruns e debates antecederam o dia “D” de combate ao vírus rábico.

“Usamos várias estratégias para chamar a atenção da sociedade para que ela tenha ideia do que é a raiva, de que é uma doença incurável e quando se adoece, morre”, explica o doutor José Arimateia, diretor do instituto. “Se faz campanha exatamente para alcançar o maior número de animais vacinados, pois assim conseguimos controlar a circulação do vírus. E para isso, contamos com a sociedade civil, e aqui estamos contanto com cerca de 60 desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

A estudante Quitéria Gabriela, uma das desbravadoras envolvidas, assegura que o treinamento teórico e prático recebido do Centro fortalece o que já aprendem nas atividades semanais. “Estamos colocando em prática o que o Clube ensina, ou seja, cuidar da vida, preservar pela vida de todos, inclusive dos animais”, compartilha.

Espera-se, com  ações como estas, abranger o maior número possível de donos de animais. A união dos governos federal, estadual, municipal e a sociedade civil possibilitará que a conscientização faça com que menos animais sejam infectados, como também, menos pessoas contaminadas. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada 10 minutos morre uma pessoa contaminada pela raiva no mundo, num total de 50 mil mortes por ano.

Participaram da iniciativa os Clubes Fauna, Amigos da Natureza, Refúgio Seguro, Atalaia de Sião, Falcões da Colina, Reino Marinho, Arquipélago, Natureza Viva, Alfa II, Guerreiros da Fé e a coordenação da 4ª região do Clube de Aventureiros.  [Equipe ASN, Andréa Figueiró e Gilson Lobato]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox