Notícias Adventistas

Sessão na Câmara de SP homenageia Quebrando o Silêncio

Projeto continua tendo repercussão entre instituições.

Evento divulgou a campanha para as autoridades.

Evento divulgou a campanha para as autoridades.

São Paulo, SP… [ASN] Está se tornando comum nos veículos de comunicação notícias  de violência contra mulheres, crianças e idosos. Dados mostram que esse quadro é cada vez mais assustador. Presente em mais de 200 países, desde 2002 o projeto Quebrando o Silêncio tem como objetivo prevenir o abuso e a violência doméstica.

Na quinta-feira (05), uma sessão na Câmara Municipal de São Paulo divulgou o projeto.  A sessão foi aberta ao público, e estiveram presentes na cerimônia algumas autoridades no assunto, estudantes de enfermagem e psicologia da rede de ensino adventista, entre outros.

Para a coordenadora da campanha no estado de São Paulo, Sonia Rigoli, a campanha tem o intuito de mostrar a realidade da situação. E é uma maneira de pedir para as vítimas não ficarem caladas, e solicitar das autoridades uma resposta imediata.

Na cerimônia, foram abordados temas como a amplitude e os resultados da campanha, e assuntos relacionados ao projeto. Maria Raquel Coreggio, delegada da 5ª delegacia da mulher de São Paulo, ressaltou a importância de se denunciar o agressor. “Enquanto a mulher ficar quieta, ela nunca será respeitada. No dia que ela se amar, respeitar, for a frente e registrar a ocorrência, ela será mais valorizada”, diz a delegada.

Damaris Moura Kou, presidente da comissão de direito e liberdade religiosa da OAB/SP, menciona que esse projeto mostra que a igreja está preocupada em servir. “Para nós nos consolidarmos como igreja, nós temos que viver também dos muros para fora”, conclui. [Equipe ASN, Augusto Cavalcanti]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox